RELACIONAMENTOS

Ser amiguinho de ex não é legal. E a ciência prova o porquê!

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro
Ser amiguinho de ex não é legal. E a ciência prova o porquê!

Quem nunca terminou um relacionamento e deu aquela investigada no ex, para saber se ele anda tão ou mais miserável do que você? Eu sim. Sou réu confessa. No entanto, nunca fiquei amiga de nenhum deles. Ainda mais hoje em dia, nessa Era de Facebook, Instagram, Snap, Thumblr, etc, etc, ser um stalker não anda nada difícil! E ninguém gosta de ter o ex no encalço, estudando o que você faz e com quem você anda, né?! É por isso que muitas vezes as pessoas preferem se desassociar de antigos namorados, affairs e até maridos nas redes sociais para cortar de vez o relacionamento. Nada de ficar espionando ou nutrindo uma esperança que muitas vezes não existe. Até porque tua vida não é novela para ser acompanhada e criticada.

Pois pesquisadores da Universidade Oakland, no Michigan (EUA), descobriram que pessoas com traços de personalidade sombrios (manipuladores, exploradores, até com poucos amigos) são mais propensas a continuar amigas dos ex para manipulá-los e para manter ao menos a chama do sexo bem vivinha.

Bateu aquela paúra? Corre lá no Face, que a gente te espera.

Brincadeira. A pesquisa se refere a amizades no mundo real! E não um relacionamento inexistente no mundo virtual.

Então... quando você ainda mantém a amizade é porque existe um motivo para que o relacionamento tenha terminado sem a quebra total de vínculos. É como se você ou o outro ainda quisesse manter algo entre os dois em banho-maria, para uma eventual oportunidade. Uma espécie de estepe para um momento mais oportuno. É uma história que parece não ter terminado, entendeu?

Rompimentos e términos de romances não são legais. Não estamos falando aqui de um fogo de palha que durou nove semanas e meia de pura paixão. Estamos nos referindo a um relacionamento sério. Desses que você chega até a pensar se não é algo para sempre. Pois manter uma suposta amizade no mundo real e até um bate-papo ativo no Facebook ou outra rede social com essa pessoa não é nada saudável. Se você já passou por um lance desse, sabe que não há como serem amigos. A história entre os dois é muito forte para que finjam que tudo ficou na paz e tranquilidade, por mais suave que tenha sido o rompimento. Virar a página é dar um basta de verdade!

Pois então: não é etiqueta manter o outro na tua rede de relacionamentos. Quando terminar com alguém, termine mesmo!

Veja como os pesquisadores chegaram a essas conclusões:

Primeiro, eles pediram a umas 350 pessoas para chegarem a um monte de razões para ficar amigos com um ex. Eles listaram 150 motivos e os dividiram em categorias, que incluíam a confiança, sentimentalismo, pragmatismo, facilidade em se obter sexo.

Por exemplo:

"Ele era um grande ouvinte" cairia no aspecto da confiança/sentimentalismo.

"Eu queria o dinheiro deles" seria pragmatismo.

"Nós ainda fazemos sexo de vez em quando" é facilidade sexual.

“Oi eu aqui de novo!”

Os pesquisadores perguntaram, então, para outro grupo de 500 pessoas para listarem por ordem de importância esses 150 motivos para continuar amigo de um ex-affair hipotético. Finalmente, essa galera fez testes de personalidade para medir traços de personalidade bem como a honestidade (em relacionamentos).

O resultado que eles encontraram foi que é mais provável que teu ex que quis continuar teu amiguinho seja um belo de um psicopata. Exagero! Mas que essa pessoa tem um lado frio e calculista, ah! isso tem!

Outras conclusões interessantes

Em geral, as pessoas avaliaram a confiança/sentimentalismo como a razão mais importante para se manter amizade com um ex. Pragmatismo e acesso sexual foram classificados como o menos importante.

Quanto a diferenças entre gênero, os homens eram mais propensos que as mulheres a dizer fatores pragmáticos e acesso sexual foram razões importantes para se manter amizade com uma ex.

Mas os pesquisadores alertam para as exceções: se sua amizade pós-relacionamento funciona bem e faz você feliz, então você provavelmente não precisa fazer nada nem se preocupar tanto com isso. A não ser que você esteja feliz e bem stalkeando a outra pessoa. Aí, não! Não é nada legal...

Ser amiguinho de ex não é legal. E a ciência prova o porquê!

Mas se você perceber que seu ex aparece do nada num telefonema em um sábado à noite ou somente quando ele ou ela está de bom humor, ou quando terminou um relacionamento, ou quando a pessoa descobre que tá rolando um bapho entre você e aquela guria ou aquele bofe... Cuidado! Isso tem toda a cara de que a pessoa não está sendo bacana contigo. Ou que é, no mínimo, muito instável. Pé na bunda deles!

Agora... se não foi você quem terminou e ainda quer a criatura de volta, então é legal você ver esse vídeo, com umas dicas legais sobre essa etiqueta nas redes sociais.

----------

Por Pilar Magnavita

#relacionamento #romance #namoro #casamento #homememulher #stalker #amigodeex