RELACIONAMENTOS

Sexo deixa pessoas mais inteligentes, e é a ciência que diz

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro

Você gostou desse título, né? Quem não quer fazer algo prazeroso e ganhar com isso? Parece bom demais para ser verdade e, segundo um estudo das Universidades de Oxford e Coventry, não é ilusão. Logo, você não vai precisar jogar duas horas de xadrez para estimular as células cinzentas e compensar o tempo que passou na cama.

Sexo deixa pessoas mais inteligentes, e é a ciência que diz

Segundo a pesquisa, o sexo deixa, sim, as pessoas mais inteligentes. Especialmente pessoas mais velhas, desde que haja atividade sexual regular. O Dr. Hayley Wright, que liderou o estudo, afirma que relações sexuais têm impacto em funções cognitivas. Mas como ele chegou a esse resultado?

Os pesquisadores entrevistaram 73 pessoas (28 homens e 45 mulheres) com idades entre 50 e 83 perguntando sobre suas atividades sexuais. As respostas incluíram 37 pessoas com relações semanais, 26 com práticas mensais e 10 sem atividade alguma.

A partir daí, as funções cerebrais dos entrevistados foram avaliadas. Com base nisso, os pesquisadores constataram que as pessoas que faziam sexo com mais frequência tiveram resultados, em média, 2% superiores do que os entrevistados que faziam sexo mensalmente e 4% melhores do que os inativos.

O estudo, publicado nos Journals of Gerontology, Series B: Psychological and Social Sciences, concluiu que fazer sexo com frequência tinha mais impacto nos testes de fluência verbal, como dizer o maior número possível de palavras ou animais começando com uma determinada letra. Mas não foi só essa a vantagem. O grupo de entrevistados que mais faz sexo também teve resultados melhores nos testes visuais.

Os pesquisadores ainda não sabem qual a ligação entra a atividade sexual e o poder do cérebro, mas acreditam que o sexo está ligado a produção de hormônios como dopamina ou oxitocina, que transmitem sinais no cérebro.