CURIOSIDADES

Uma cena excluída explica um enorme buraco no finale de Game of Thrones

Autor

Se você não viu toda sétima temporada de Game of Thrones, esteja avisado: AQUI HÁ SPOILERS. Assim sendo, antes de rolar a página e ficar por dentro desse babado sobre o finale, considere ler sobre o barbeiro sérvio desenhou o ditador norte-coreano na cabeça de um cliente, a lontra fofíssima que enterra mais que Michael Jordan ou o dia em que José Mourinho virou goleiro e fez a festa da galera.

Uma cena excluída explica um enorme buraco no finale de Game of Thrones

Vamos lá, então? É o seguinte: a gente já sabe que Sansa e Arya Stark descobriram a picaretagem de Littlefinger e deram um fim no safado. Maaaaas como foi que as irmãs ligaram os pontos e chegaram à conclusão de que Lord Baelish queria causar atrito entre elas? Isso não ficou tão bem explicado assim no finale. 

Teria sido melhor se não cortassem uma cena crucial. Quem fez a revelação foi Isaac Hempstead-Wright, o ator que vive Bran, o mais jovem dos Stark e que também é o Corvo de Três Olhos, ou seja, ele consegue ver fatos do passado e do presente do mundo inteiro.

Uma cena excluída explica um enorme buraco no finale de Game of Thrones

Em entrevista à Variety, ele contou: “gravamos uma cena que claramente foi cortada, uma cena curta em que Sansa bate na porta de Bran e diz ‘Preciso de sua ajuda’ ou algo assim. Então basicamente, pelo que eu sei, a história é que de repente Sansa lembrou que tinha um enorme departamento de câmeras de segurança à sua disposição e seria uma boa ideia conferir com ele antes de matar sua própria irmã. Então ela vai até Bran, e Bran diz tudo que ela precisa saber.”

Em resumo, Sansa caiu na trama de Littlefinger, mas acabou salva por Bran, que revelou a coisa toda.