LUGARES

Você vai achar esses 5 costumes de Páscoa curiosíssimos

Autor

É uma época fascinante do ano. Ao mesmo tempo, são comemoradas as Páscoas cristã, judia e cristã russa ortodoxa. No Brasil, muita gente comemora trocando ovos de chocolate. Há quem considere isso uma prática estranha, mas o que não falta é costume incomum durante a Páscoa. Quer ver?

1. Caça a coelhinhos

Você vai achar esses 5 costumes de Páscoa curiosíssimos

Na Nova Zelândia, na região de Central Otago, uma das tradições da Páscoa é uma competição anual em que vence o time que mais matar coelhinhos num período de 24 horas. O recorde é de 23 mil. E não, ninguém faz isso por puro ódio aos bichinhos. É que lá coelhos destroem plantações e precisam ser abatidos.

2. Omelete gigante

Você vai achar esses 5 costumes de Páscoa curiosíssimos

Em Haux, na França, os mil moradores do vilarejo têm como hábito comer uma omelete gigante na segunda-feira de Páscoa. Eles fazem uma fogueira , usam 5 mil ovos, 55 quilos de bacon, além de cebola e alho. A omelete costuma ter pouco mais de três metros de diâmetro.

3. Arremesso de tigela de barro

Você vai achar esses 5 costumes de Páscoa curiosíssimos

Na ilha grega de Corfu, no Mar Jônico, durante o sábado de Páscoa, moradores atiram tigelas e potes de barro de suas janelas em direção à rua. É a maneira deles de celebrar que a morte foi derrotada pela ressurreição. A tradição é herdada dos venezianos, que jogavam seus pertences velhos pela janela no Ano Novo.

4. Guerra de fogos de artifício

Você vai achar esses 5 costumes de Páscoa curiosíssimos

Outro costume grego. Na ilha de Chios, duas paróquias localizadas em morros que ficam a 400 metros de distância um do outro fazem uma amistosa guerra de fogos de artifício. Todos são disparados na direção do sina da igreja “adversária”. Na manhã seguinte, os acertos são contabilizados, e é declarada a paróquia vencedora.

5. Halloween

Você vai achar esses 5 costumes de Páscoa curiosíssimos

Na quinta-feira, crianças suecas pintas seus rostos, pegam vassouras e saem por aí, vestidas de bruxas, como se fosse Halloween. Elas pedem doces. Segundo a mitologia sueca, bruxas visitavam a floresta de Blakulla antes da Páscoa e festejavam com o diabo.