CELEBRIDADES

Kelly Key não faz novelas porque o marido a proíbe. E ele acha que está certo

Autor
Kelly Key não faz novelas porque o marido a proíbe. E ele acha que está certo

Não consigo imaginar como é a atuação da cantora Kelly Key como atriz, mas acho mais inimaginável ainda é pensar que ela aceite que seu marido, Mico Freitas, a “proíba” de fazer novelas.

Tudo bem que músicas são ficção, mas fica estranho pensar na pop star de 2004, que posava de empoderada cantando músicas como Cachorrinho:

Vem aqui que agora eu tô mandando / Vem meu cachorrinho, a sua dona tá chamando...

Kelly Key não faz novelas porque o marido a proíbe. E ele acha que está certo

Ou Baba:

Bom, bem feito pra você, é, agora eu sou mais eu / Isso é pra você aprender a nunca mais me esnobar

Ou ainda Barbie Girl:

Você pode me ganhar / É só fazer o que eu mandar

Com músicas coreografadas e letras que instigavam a autonomia feminina, soa estranha a revelação da proibição de seu marido, em um vídeo do casal nas redes sociais, em que ele declara:

Uma coisa é a pessoa olhar, dizer ‘gostosa’, ‘linda’... Pode falar o que quiser, mas no fundo, quem toca depois sou eu. Agora, novela não dá. Já teve dois convites que eu falei para não fazer.

Longe de querer criar treta com o casal, tem duas coisas que até podem parecer “fofinhas” para algumas pessoas, mas são machismo puro. Sabe esse discurso de poder chamar de “gostosa”, mas sou eu quem “toco”? Então, quem tem que saber o que pode e quem pode é a pessoa elogiada, não o companheiro. Puxa, e tão ruim quanto isso é dizer que é ele quem “toca”. Parece que algumas pessoas confundem namorados e namoradas, maridos e esposas com objetos, como uma joia para um ostentar e o restante das pessoas admirar à distância.

A outra coisa é um marido ou mulher proibir o cônjuge de fazer uma coisa. A escolha em fazer um trabalho, usar uma roupa, ir a um happy hour com os amigos ou fazer um curso fora deveria ser uma escolha individual e não ser algo a ser permitido ou negado pelo parceiro. Há pouco mais de um ano, o cantor Gusttavo Lima revelou num programa de entrevistas que não deixava a esposa, Andressa Suita, desfilar no carnaval. O argumento: “ela agora é uma mulher casada”.

Kelly Key não faz novelas porque o marido a proíbe. E ele acha que está certo

Companhia, não posse

Parece incrível, não é mesmo? E pesquisando no Google é fácil encontrar outras notícias como essas. De marido que proíbe a esposa de fazer cursos, frequentar academia, usar roupa curta, maquiagem, abraçar homens etc.

A desculpa, tanto de Gusttavo Lima como de Mico Freitas e de muitos machões por aí, é que tem coisa que mulher casada não pode mais fazer e que eles sentem ciúmes. No mesmo vídeo, Kelly Key lembrou do comportamento do marido:

"Você é bem ciumento. Sonha até que eu estou dormindo com várias pessoas, beijando desconhecidos".

Kelly Key não faz novelas porque o marido a proíbe. E ele acha que está certo

Para uns, ciúmes são prova de amor, mas para os psicólogos e o bom senso, isso é só insegurança, mesmo. A pessoa que tem boa autoestima costuma confiar mais no parceiro e em si mesmo, sabendo que os sentimentos que nutrem um pelo outro são fortes e verdadeiros e que não correm o risco de serem “trocados” facilmente.

Muito mais interessante, por exemplo, é a postura de outras atrizes, que tem companheiros fora do meio artístico, como é o caso de Juliana Paes. Durante a exibição da novela A Força do Querer, na Globo, ela “pedia” ao marido, o empresário Carlos Eduardo Baptista, não ver determinados capítulos, pois ela apareceria em cenas mais quentes.

Kelly Key não faz novelas porque o marido a proíbe. E ele acha que está certo

A escolha dos papéis e dela. A decisão de ver é dele.

Simples assim.