FILMES

10 filmes vencedores do Oscar que você não sabia que estavam na Netflix

BingeWatchMe
Author
BingeWatchMe
10 filmes vencedores do Oscar que você não sabia que estavam na Netflix

Não tem nada de bom passando na TV, mas você também não quer se comprometer com mais uma série que vai tomar mil horas da sua vida. Porém, também não é fácil escolher um filme bom na Netflix. Por isso, estamos aqui para resolver seus problemas e apontar 10 filmes do serviço de streaming que venceram o Oscar:

“Juno”

Se você nunca viu esta comédia dramática, é a hora de corrigir este erro. A história de uma adolescente alternativa que engravida sem querer e decide doar a criança trata de forma leve e honesta situações familiares. O filme venceu o Oscar de Roteiro Original (Diablo Cody) em 2008 e tem Ellen Page (indicada ao Oscar), Michael Cera, Jennifer Garner e Alisson Janney.

“O Poderoso Chefão”

Por favor, eu não preciso ficar te convencendo a assistir à saga mais memorável da história do cinema, sobre a máfia. O primeiro longa da trilogia abocanhou três Oscars: Filme, Ator (Marlon Brando e Roteiro Adaptado (Francis Ford Coppola e Mario Puzo) em 1973.

“O Poderoso Chefão 2”

Tão bom quanto o primeiro e vencedor de ainda mais Oscars: Filme, Ator Coadjuvante (Robert De Niro), Diretor (Francis Ford Coppola), Roteiro Adaptado (Coppola e Puzo, novamente), Trilha Sonora Original e Direção de Arte, em 1975.

“Meia-Noite em Paris”

Sim, está difícil defender o Woody Allen. Mas também é inegável que o filme estrelando Owen Wilson e Rachel McAdams é o melhor trabalho do diretor/autor nos últimos 15 anos. O roteiro original de Allen venceu o Oscar em 2012.

“A Vida é Bela”

Robertoooooooo! Faz tempo que você não assiste a este tragicômico filme italiano sobre os horrores do Holocausto? Agora é uma boa chance de relembrar, rir e chorar com o vencedor do Oscar de Melhor Ator Roberto Benigni. O filme também levou Trilha Sonora Original e Melhor Filme Estrangeiro em 1999.

“Beleza Americana”

Para a gente lembrar que o Kevin Spacey era um mito bem antes de Frank Underwood. A história de uma família disfuncional de subúrbio, com direito a vizinho enrustido e garota popular sedutora, é densa o suficiente, mas sem deixar você deprimido. Venceu Melhor Filme, Ator (Spacey), Diretor (Sam Mendes), Roteiro Original (Alan Ball) e Fotografia em 2000.

“Entre Dois Amores”

É aquela típica história do “branco na África”, mas tem a Meryl Streep. E a Meryl Streep sempre vale a pena. Venceu em 1986 nas categorias Filme, Diretor (Sydney Pollack), Fotografia, Trilha Sonora Original, Roteiro Adaptado (Kurt Luedtke), Direção de Arte e Mixagem de Som.

“Forrest Gump”

Uma opção bem leve e otimista para a sua noite de cinema em casa é o filme de 1994 em que Tom Hanks corre pelos EUA, participa de eventos históricos importantes para o país e vê seu amor de infância lutar contra as injustiças do mundo. Levou Filme, Ator (Hanks) e Diretor (Robert Zemeckis) no Oscar.

“Clube de Compras Dallas”

O longa sobre a luta de um homem HIV positivo para tornar os remédios contra Aids mais acessíveis tem as atuações premiadas de Matthew McConaughey e Jared Leto. O filme também faturou a categoria de Maquiagem no Oscar.

“Django Livre”

Pode não ser o melhor filme de Quentin Tarantino, mas tem drama, comédia e sangue o suficiente! O austríaco Christoph Waltz venceu seu segundo Oscar ao fazer um caçador de recompensas, protetor de Django (Jamie Foxx). Leonardo DiCaprio, Kerry Washington e Samuel L. Jackson também brilham no roteiro oscarizado de Tarantino.

Combinado? Não tem desculpa para não ver filme bom!

#netflix #movies #filmes #oscar