A fama pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A fama pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A fama pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Lena Dunham decidiu publicar conversa com Amy Schumer e isso deu muito errado

BingeWatchMe
há um ano1.6k visualizações
Lena Dunham decidiu publicar conversa com Amy Schumer e isso deu muito errado
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Tem horas que você vê a transcrição de uma conversa sua com uma amiga (ou amigo) e pensa: isso aí é hilário e o mundo inteiro deveria ler. Você printa e posta no seu Facebook. Ninguém acha graça. Algumas pessoas até te julgam um pouco pelo que você falou.

Pois saiba que isso acontece até com Lena Dunham e Amy Schumer.

A criadora de "Girls", que criou um site feminista chamado Lenny (atrizes, parem de criar sites, plmdds), decidiu publicar uma entrevista com Schumer. Que, na verdade, não é entrevista, é só uma conversa mesmo (nada contra, só venda a coisa como ela é).

Se quiser ler a versão completa, aqui está:

Caso você confie em mim, eu te falo a parte que importa neste post aqui. Dunham e Schumer falam sobre o MetGala deste ano e como elas estavam se sentindo peixe fora d'água em meio a tantas supermodelos e superatletas.

Lena Dunham decidiu publicar conversa com Amy Schumer e isso deu muito errado

Esta é Lena Dunham no MET Gala.

Dunham então comenta com Schumer que estava na mesma mesa de Odell Beckham Jr., um jogador de futebol americano. Segundo a atriz, ele a olhou com um certo desprezo:

"Foi tão incrível, porque parece que ele olhou para mim e determinou que eu não tinha a forma de uma mulher pelos padrões dele. Ele olhou tipo: 'Isso é um marshmallow, é uma criança. É um cachorro'. Não foi maldoso, ele só parecia confuso. A vibe era meio 'Quero comer isso? Está... vestindo um terno. Vou voltar para o meu celular'. Foi como se a gente tivesse sido forçado a ficar junto e ele literalmente preferiu ficar olhando o Instagram do que olhar uma mulher com uma gravata borboleta. Eu pensei 'Isso deveria se chamar de evento do MET para ser rejeitada por atletas'."

Lena Dunham decidiu publicar conversa com Amy Schumer e isso deu muito errado

Este é Odell Beckham Jr. no MET Gala.

Obviamante, a internet trouxe o #RAIOPROBLEMATIZADOR e fez Dunham perceber algo que você deve ter percebido ao ler o trecho: de onde ela tirou todas essas suposições sobre o rapaz? Pode ser que ela esteja certa e o atleta realmente tenha olhado para ela com desprezo e que isso seja fruto de uma visão superficial dele sobre mulheres? Sim. Ela pode afirmar (E PUBLICAR ISSO) citando o nome do cara sem saber se é verdade? Nope. Falar do cara como se ele fosse uma porta de burro sem conhecê-lo é desrespeitoso? Absolutamente. Ela falaria da mesma forma "condescendente" sobre ele se ele não fosse negro? Fica a pergunta.

Dunham entendeu que errou e pediu desculpas ao rapaz, dizendo que projetou suas inseguranças nele. Quem nunca? Nós, mulheres, fazemos isso o tempo todo. Bolamos na nossa cabeça que tipo de coisa horrível os homens estão falando sobre a gente. É uma insegurança justificada. Mas lide com ela escrevendo ficção sobre isso, porque jornalismo é outra coisa. Quando você publica algo jornalístico, você tem que ter certeza. Afinal, a vida não é um programa da HBO.

#lenadunham #amyschumer #METgala #apology 

Filmes que darão o que falar no Oscar 2017

BingeWatchMe
há um ano2.9k visualizações

Mas já? Claro que sim!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Filmes que darão o que falar no Oscar 2017

(Cena de "Silence.")

Os estúdios de cinema já sabem quais são suas grandes apostas para o Oscar do ano que vem. Claro que sempre surge uma surpresa aqui e ali, mas a temporada de premiação é algo muito bem pensado e planejado, com filmes sendo lançados com o próposito exclusivo de assegurar estatuetas. Fique já por dentro de quais eles são, para depois mandar um sonoro “eu já sabia”.

Sully - O Herói do Rio Hudson

Clint Eastwood e Tom Hanks se reúnem para recontar a história de um voo da US Airways de 2009 que pousou no rio Hudson poucos minutos após a decolagem porque animais atingiram as turbinas (sem vítimas fatais). O piloto chegou a ser investigado, apesar de ter realizado uma manobra incrível. Ao contrário dos longuíssimos filmes recentes de Clint (American Sniperzzzzzzz), este tem 1h35 de duração. Lançamento no Brasil previsto para 1 de dezembro.

Fences

Um filme dirigido e estrelado por Denzel Washington e Viola Davis não tem como não ter buzz, certo? Passada nos anos 50, a trama lida com um ex-jogador de beisebol que trabalha como lixeiro e tem dificuldades para sustentar a família. Após toda a polêmica do #OscarsSoWhite deste ano, duvido que a Academia vá ignorar um filme com temática racial. Não há previsão de lançamento no Brasil.

A Luz Entre Oceanos

Curte um romance meio sombrio? Então este filme com o casal-da-vida-real Michael Fassbender e Alicia Vikander (a “garota dinamarquesa”) vai concorrer ao Leão de Ouro em Veneza e tem o mesmo diretor de “Blue Valentine” (recuso-me a usar o nome traduzido), Derek Cianfrance. A trama é: casal que vive na Austrália pós-Primeira Guerra adota um bebê que aparece para eles no mar. Porém, quando eles conhecem a personagem interpretada por Rachel Weisz, a situação se complica bastante. Lançamento previsto para 3 de novembro no Brasil.

Silence

Duas palavras: Martin Scorcese. A história segue jesuítas portugueses (obviamente interpretados por norte-americanos e britânicos) que são perseguidos quando viajam para o Japão para promover o cristianismo. O elenco é capitaneado por Adam Garfield, Adam Driver e Liam Neeson. Lançamento previsto para 26 de janeiro.

A Longa Caminhada de Billy Lynn

Duas palavras: Ang Lee. O gênio chinês, duas vezes vencedor do Oscar, está de volta com uma história bastante curiosa. O jovem cujo nome está no título sobrevive a um tiroteio no Iraque e é convidado pelo então presidente George W. Bush para participar de um tour da vitória, terminando em uma aparição no show do intervalo de uma partida de futebol americano. Porém, logo após a comemoração, eles são enviados de volta para o Iraque. O elenco tem Kristen Stewart (!), Steve Martin (!!) e Vin Diesel (!!!). Lançamento no Brasil previsto para 19 de janeiro.

#cinema #oscars #film #movies 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
BingeWatchMe
Equipe Storia Brasil