A fama pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A fama pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A fama pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Não se engane: o desabafo de Jennifer Aniston também é um tapa na nossa cara

BingeWatchMe
há um ano4.5k visualizações

Por Sheila Vieira

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Não se engane: o desabafo de Jennifer Aniston também é um tapa na nossa cara

Sim, Jennifer Aniston é o máximo. Seu artigo-desabafo no Huffington Post está rodando o mundo, com destaque para a parte em que ela deixa claro que não tem a obrigação de ter filhos e está “farta” de carregar esta expectativa, como se todas as mulheres do mundo (especialmente as famosas) estivessem incompletas sem um marido e crianças.

Porém, lendo o texto completo de Aniston, percebemos que o recado não é só para os tabloides e revistas de fofoca: é também para nós. Sim, você e eu. Pessoas que consumem fofocas vazias diariamente, produzidas por fotógrafos que literalmente perseguem famosos na rua e acampam na porta de suas casas e por repórteres que muitas vezes simplesmente inventam uma notícia.

“Às vezes, padrões culturais só precisam de uma nova perspectiva para que nós os vejamos pelo que eles realmente são - uma aceitação coletiva… um acordo subconsciente. Nós temos o controle sobre este acordo”, escreveu a atriz. Ela está certa. Nós podemos não compartilhar uma notícia que, no fundo, sabemos que tem poucas chances de ser verdadeira. Porém, escolhemos levar tudo isso como uma brincadeira.

Afinal, que mal estaríamos fazendo a uma pessoa ao ler e replicar um boato ridículo sobre ela? Aniston explica: “Eu dizia a mim mesma que tabloides eram como revistas em quadrinhos, que não eram para ser levados a sério, eram só uma novela que as pessoas acompanhavam quando precisavam de uma distração. Mas não posso mais me dizer isso, porque a realidade é perseguição e a objetificação que experencio pessoalmente, há décadas, e que reflete a deformada maneira com que calculamos o valor de uma mulher”.

Quer mais um pouco de sermão? Aqui vai o último parágrafo: “Com anos de experiência, aprendi que tabloides, por mais perigosos que sejam, não mudarão, pelo menos não no futuro próximo. O que pode mudar é nossa consciência e reação às mensagens tóxicas contidas nessas aparentemente inofensivas histórias, servidas como a verdade e modelando as ideias do que somos. Nós podemos decidir o quanto compramos do que está sendo oferecido, e talvez um dia os tabloides serão forçados a ver o mundo de uma maneira diferente, através de uma lente mais humanizada, porque os consumidores pararam de alimentar a porcaria”.

Estas palavras entrarão por um ouvido dos "donos" do jornalismo de fofocas e sairão pelo outro, já que o lucro está acima da ética em sua lista de prioridades. No entanto, elas podem ser absorvidas por nós, consumidores da tal “porcaria”.

Leia o texto completo:

#celebrities #famosos #women #mulheres #jornalismo #gossip #jenniferaniston

Legal ou patético? Relembre os famosos brancos que adotaram crianças negras

BingeWatchMe
há um ano833 visualizações

Alguns assuntos são COMPLICADOS.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Legal ou patético? Relembre os famosos brancos que adotaram crianças negras

Com a notícia de que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank adotaram uma filha no Maláui, voltou à tona a discussão sobre a "moda" de famosos brancos trazendo crianças negras para o seu lar, algumas delas africanas. Por um lado, é fato que esses pequenos são bem menos adotados no geral, e é bom que eles encontrem uma casa e que haja mais diversidade em famílias ricas.

Por outro, muita gente acredita que esta atitude é mais um 'golpe de marketing', que contribui com o mito do 'salvador branco' (algo que eu sempre me pergunto é: os pais biológicos realmente queriam abrir mão delas em todos os casos?) e não muda em nada o panorama geral dos negros no mundo. Vamos relembrar quais foram as outras celebridades caucasianas que adotaram crianças negras e aí você decide qual é a sua opinião:

Madonna

Comecemos então com um caso que deu B.O. Madonna passou 15 dias no Maláui em 2006 e decidiu levar David Banda com ele. O garoto tinha um pai, que o colocou em um orfanato porque não conseguia sustentá-lo. Porém, a cantora esqueceu de fazer um passaporte para o bebê e eles precisaram "agilizar o processo" (entenda como quiser) em poucos dias. Na verdade, de acordo com a lei do país, ela teria que viver no país por 18 meses antes de poder adotá-lo.

Quando Madonna voltou ao país para adotar Mercy James em 2009, o problema foi ainda maior: a avó da garota disse que ela sairia do orfanato quando completasse seis anos e achava que a cantora levaria a moça de volta depois que ela completasse os estudos, além de ter direitos de visitação. Porém, Mercy sequer viu a avó quando visitou o Maláui em 2014, com seu irmão. Tenso. David, por sua vez, teve uma reunião de 15 minutos com seu pai biológico.

Legal ou patético? Relembre os famosos brancos que adotaram crianças negras

Angelina Jolie

A atriz tem seis filhos, três adotados. A única negra é Zahara, nascida na Etiópia. Jolie achava inicialmente que a garota era HIV positiva, mas não era o caso. A família biológica da garota ainda é alvo de muita especulação e poucas informações confirmadas. Houve quem dissesse que a mãe biológica de Zahara aprovara a adoção, e depois que ela havia morrido de Aids, mas notícias do ano passado "revelaram" que ela está viva e gostaria de obter novamente a custódia dela. Se fosse verdade, apostaria todo meu dinheiro que Jolie venceria esta briga.

Charlize Theron

Ela não compartilha a mesma raça com seu filho adotado Jackson, mas nasceu no mesmo país que ele, a África do Sul. Alguns anos depois, adotou a garota negra norte-americana August.

Mary Loiuse-Parker 

A estrela da série "Weeds" adotou Aberash na Etiópia em 2007. Sua ideia inicial era pegar uma criança vietnamita, mas ela acabou mudando o plano para o país africano. "Nunca havia pensado nisso, mas queria ir a um local onde houvesse uma necessidade. Não queria só expandir minha famíla. Queria dar um lar a uma criança", ela disse.

Steven Spielberg

O diretor se casou com Kate Capshaw e ela já havia adotado Theo (que é americano). Spielberg entrou com o pedido para ser o pai do rapaz, que é músico da banda Wardell.

Ty Burrell

O ator de "Modern Family" adotou duas crianças negras norte-americanas, Frances e Greta.

Kristin Davis

A estrela de "Sex And The City" decidiu adotar uma criança sozinha, Gemma Rose, pouco tempo após o término da série. Porém, ela não buscou a filha em outro país.

Tom Cruise e Nicole Kidman

O casal adotou Connor em 1995 e ele virou um DJ de sucesso. O problema é que, depois do divórcio entre seus pais, ele decidiu ficar com Cruise e seguir a Cientologia, o que deixou Kidman extremamente chateada. O que dizem os sites de fofoca é que a atriz tem pouquíssimo contato com seus filhos do primeiro casamento.

Legal ou patético? Relembre os famosos brancos que adotaram crianças negras

Jane Fonda

Na época em que Fonda era forte ativista política, ela adotou uma garota norte-americana negra de 14 anos, chamada Mary. Filha de um homem membro do grupo Panteras Negras que estava preso, Mary foi estuprada por um diretor de cinema em uma audição e em outras ocasiões. Ao saber do ocorrido, Fonda decidiu ajudar a garota, que acabou fazendo parte de sua família. Mary hoje é ativista, como a mãe, e especializada em refugiados no Sudão. Ela escreveu uma autobiografia. 

Sandra Bullock

Meses após se separar do traidor Jesse James em 2012, Bullock revelou na revista "People" que havia adotado um garoto chamado Louis, nascido em Nova Orleans. Alguns anos depois, ela adotou Laila, também americana. 

Legal ou patético? Relembre os famosos brancos que adotaram crianças negras

Mariska Hargitay

A protagonista de "Law and Order: SVU" já tinha um filho biológico, mas decidiu ter uma menina através da "barriga de aluguel". No entanto, a mãe biológica mudou de ideia assim que deu à luz, surpreendendo a atriz, que já havia feito todos os preparativos. Ela entrou em contato com outra moça grávida que pretendia doar sua filha e, desta vez, deu certo. Hargitay também adotou um garoto branco depois.

Michelle Pfeiffer

A atriz adotou Claudia em 1993 e, adivinhe, a garota é tão linda quanto a mãe.

Chegou a uma conclusão? Acha que é uma atitude legal adotar crianças negras, sendo que grande parte delas é rejeitada nos orfanatos, ou pensa que seria muito melhor ajudar pais negros para que eles não precisem abrir mão de seus filhos? Não existe resposta fácil.

#adoção #celebrities #famosos #race #raça 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
BingeWatchMe
Equipe Storia Brasil