O papa é pop
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O papa é pop
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O papa é pop
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Cinco vídeos da Mariah lacrando ao vivo para esquecer o fiasco do Ano Novo

BingeWatchMe
há 10 meses58 visualizações
Cinco vídeos da Mariah lacrando ao vivo para esquecer o fiasco do Ano Novo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Alguns disseram que a última vítima de 2016 foi a carreira da Mariah Carey, após o fiasco na apresentação na Times Square durante o Ano Novo. A própria cantora mandou um "shit happens" e está todo mundo dividido entre detoná-la por ficar parada sem saber o que fazer enquanto o playback dava ruim e defendê-la contra os produtores incompetentes.

Antes de tudo, vamos tirar uma pedra do caminho. A Mariah sempre usou bases pré-gravadas em alguns momentos dos seus shows, inclusive nos anos 90. É muito difícil atingir dia após dia notas que provavelmente foram alcançadas após muitas tentativas no estúdio. Se você assistir a shows da Amy Winehouse, por exemplo, que nunca usava bases pré-gravadas, ela simplesmente não atinge as mesmas notas e a galera fica meio frustrada (é que ela não se importava mesmo). O problema foi a falta de jogo de cintura da Mariah em não achar uma solução melhor do que ficar parada olhando para cima.

Portanto, o vídeo abaixo é um grande achado. Mariah e Aretha Franklin improvisam lindamente uma versão de "Chain of Fools" (#hino):

Se você prefere algo da época em que álbuns da Mariah vendiam mais que água, confira esta linda apresentação de "Anytime You Need a Friend":

E esta versão simplificada de "Vision of Love" (a partir de 4:22, vale a pena):

Não sei se a apresentação abaixo é 100% ao vivo, mas estou botando que fé que sim. Já como uma veterana, Mariah mandou muito bem ao lado do John Legend:

E, para fechar, uma compilação de momentos em que Mariah soltou a voz sem freios e provou por que é uma das melhores vozes de todos os tempos:

São tempos que provavelmente não voltarão (e quem sabe a gente poderia parar de pressioná-la a repeti-los), mas que, graças ao YouTube, podemos apreciar após um Ano Novo desastroso.

#mariahcarey 

10 músicas para entender a grandiosidade de George Michael #RIP

BingeWatchMe
há 10 meses50 visualizações
10 músicas para entender a grandiosidade de George Michael #RIP
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Quando a gente achava que nada mais poderia acontecer de ruim em 2016, lá vem mais um soco no meio da cara. George Michael nos deixou, com apenas 53 anos de idade. Além de ser um ícone gay, a música dele era boa demais. Se você não teve a oportunidade de conhecê-lo antes, vamos corrigir isso agora:

Freedom! '90

Sim, é um hino gay extremamente corajoso, mas também é mais do que isso. Esta canção fala sobre a decisão dele de sair do Wham!, uma das bandas britânicas mais bem-sucedidas dos anos 80, de deixar de ser o garoto perfeitinho, de parar de pensar em agradar todo mundo e finalmente ser ele mesmo. "Tudo que você tem que ver é que eu não pertenço a você e você não pertence a mim". É isso. Cada artista carrega a responsabilidade de fãs que esperam (e exigem) um certo tipo de comportamento. George deu uma banana para tudo isso. E assim transformou-se de mais um ótimo cantor pop em uma lenda.

I Want Your Sex

Mesmo antes de ter se "libertado", George já dava ótimos conselhos para a galera: "Sexo é natural, sexo é bom/ Nem todo mundo faz, mas todo mundo deveria". Fica a dica.

Careless Whisper

Provavelmente o riff de saxofone mais famoso da música (beijos, Kenny G), esta canção tem toda a breguice maravilhosa dos anos 80, uma melodia deliciosa e a voz de George que deixa tudo ainda melhor.

Wake Me Up Before You Go-Go (Wham!)

Bota isso aqui em qualquer festa que eu quero ver o povo não bater palmas e mexer as perninhas!

One More Try

Uma clássica música de FOSSA para aquele momento que você toma um belo pé na bunda. 

Everything She Wants (Wham!)

Por trás da melodia dançante e do clipe com esse monte de menina gritando na plateia, era possível perceber a frustração de George em um relacionamento em que ele fazia de tudo para agradar sua namorada, mas mesmo assim achava que não a amava. Anos depois, ele admitiu que depois que se apaixonou por um homem, percebeu que seus sentimentos por suas ex-namoradas não eram amor de verdade.

Faith

Este é um caso de videoclipe tão bom quanto a música. Ambos mostram o quanto a paixão de George Michael em sua maneira de cantar e dançar faziam toda a diferença.

Fastlove

"Meus amigos têm suas senhoras. Estão todos tendo bebês. Eu só quero me divertir".

JUSTÍSSIMO.

Too Funky

Esta canção é a "Vogue" de George Michael. Assista ao clipe e veja se você não encontra algo muito parecido com o que Lady Gaga faz atualmente.

Last Christmas (Wham!)

Que triste ironia George ter morrido justamente no Natal.

Assim como David Bowie e Prince, que também partiram neste sombrio 2016, George Michael redefiniu o significado de ser um homem. Eles eram apaixonados, apaixonantes, brilhantes (artisticamente e em seus figurinos), sensuais e sexuais. Podem não ter deixado herdeiros aparentes na música pop, mas nos presentearam com um inestimável legado de liberdade.

#georgemichael #pop #popmusic #RIP

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
BingeWatchMe
Equipe Storia Brasil