O papa é pop
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O papa é pop
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O papa é pop
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Vai começar o Lolla! Relembre os shows mais memoráveis do festival no Brasil

BingeWatchMe
há 7 meses87 visualizações
Vai começar o Lolla! Relembre os shows mais memoráveis do festival no Brasil
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Mesmo em tempos de crise, o Lollapalloza conseguiu se consolidar como o segundo festival de música mais importante do país, após o Rock in Rio, mantendo São Paulo no mapa dos grandes eventos deste estilo. Desde 2012, o evento consegue trazer alguns nomes de peso, primeiramente no Jockey, e recentemente no Autódromo de Interlagos.

Neste ano, os headliners são Metallica, The Strokes, Duran Duran e The Weeknd. Para aquecer, vamos relembrar os shows mais memoráveis dos anos anteriores? 

VAMOOOOOOS!

Arcade Fire (2014)

Você pode achar os canadenses hipsters demais, mas é inegável que os caras sabem fazer um show. Um milhão de pessoas no palco, cada uma tocando um instrumento diferente, músicas que demoram 10 minutos, efeitos, luzes e tudo que a gente tem direito. 

Pearl Jam (2013)

A banda de Eddie Vedder nem precisaria se esforçar muito, já que a força dos seus hits já torna qualquer apresentação deles uma experiência transcendental. Mas eles se esforçam e tornam tudo ainda melhor, tocando por mais de duas horas, sem pressa.

Foo Fighters (2012)

Este show foi fundamental para o Lollapalloza se firmar no país. Uma banda com tradição, mas ainda bastante popular, uma energia incrível, um setlist completíssimo e um público em êxtase. 

The Killers (2013)

Esta banda é perfeita para o Lolla, por ter um pé no rock, mas também agradar bastante quem curte pop. Os inúmeros hits cantados a pleno vapor por Brandon Flowers fizeram o Jockey tremer e até quem estava em Osasco provavelmente ouviu a galera cantando "Mr. Brightside".

Robert Plant (2015)

Majestade obviamente tem lugar nesta lista. Quem ama Led Zeppelin teve a chance de ver a lenda pessoalmente e quem não o conhecia teve a oportunidade de aprender um pouco sobre a história do rock.

Smashing Pumpkins (2015)

Sessão nostalgia total para o público do Lolla em 2015, com o show desta banda de rock alternativo que marcou os anos 90. 

Noel Gallagher's High Flying Birds (2016)

Falando em nostalgia, quem não adorou ouvir a versão acústica e lenta de "Wonderwall" na voz mais suave de Noel, além de outros hits do Oasis? Além disso, o roqueiro britânico também mostrou seu ótimo repertório solo para quem não o conhecia.

Florence + The Machine (2016)

Assistir a Florence ao vivo é sempre um momento especial (e muito indie e hipster, mas e daí?). Ela canta absurdos, corre pelo palco como se estivesse na Disney e bota todo mundo no mesmo clima de glitter, flores, incensos e muita brisa.

Ellie Goulding (2014)

Antes que alguém reclame que eu ignorei o pop totalmente, aqui está o show que eu mais gostei deste gênero no festival. Antes de virar uma febre mundial, Ellie mostrou muita energia e simpatia durante uma tarde no festival. Quem assistiu percebeu que logo mais o cachê dela iria aumentar bastante.

Qual show você acha que faltou nesta lista? 

#lollapalloza #festival #music #saopaulo #brasil

SXSW - Um Parque de Diversões para Ricos

BingeWatchMe
há 7 meses58 visualizações
SXSW - Um Parque de Diversões para Ricos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A temporada de festivais está começando e, como sempre, o Festival e Conferência SXSW é o pontapé inicial. South By Southwest, se você não conhece, é um conjunto de exibições de filmes, atividades interativas, eventos de comediantes e apresentações musicais acontecendo ao mesmo tempo, durante 10 dias. É uma mistura peculiar comparada a outros festivais.

O que começou como um evento local em 1987 agora se tornou um dos eventos mais aguardados do ano. Mas, com o reconhecimento, vem o poder, e as pessoas do SXSW estão usando este poder a seu favor. O que queremos dizer com isso?

Bom, lá em 1987, você provavelmente poderia ir ao SXSW pagando algumas centenas de dólares e ainda ter dinheiro sobrando para um voo, hotel e comida. Se você quisesse ir neste ano, teria que pagar entre US$ 825 e US$ 1.650. E isso tudo antes de comprar passagens, reservar hotéis e se alimentar por 10 dias. Resumindo: os ingressos estão caríssimos e pagar isso tudo não garante necessariamente que você vai se divertir.

Com o passar dos anos, as pessoas vêm falando que as experiências que o SXSW tem oferecido têm valido cada vez menos a pena. As apresentações musicais não são exclusivas como eram e muitas das exibições são de filmes que você pode ver no cinema da sua cidade. Já entendeu a situação?

A exclusividade do SXSW tem sido mais importante do que os participantes tendo uma ótima experiência. O ingresso somado com suas necessidades nesses 10 dias é muita coisa para cobrir. Mesmo se você quiser ir só por uns dias, pagará no mínimo US$ 825! Então pense nisso. Este valor realmente vale para ver artistas que você poderia assistir por US$ 50-US$ 100 ou filmes que provavelmente estarão nos cinemas? Sim, o ambiente e a energia do lugar são ótimos, mas quem paga um braço e uma perna por energia boa?

Apesar de o SXSW poder ser uma experiência inesquecível, você tem que considerar se essa experiência vale arriscar o dinheiro de um mês de aluguel. 

Confira o texto original em inglês: 

#festivais #musica #cinema #artes #filmes #SXSW 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
BingeWatchMe
Equipe Storia Brasil