TV

Os principais esnobados pelas indicações do Emmy neste ano

BingeWatchMe
Author
BingeWatchMe

por Sheila Vieira

Os principais esnobados pelas indicações do Emmy neste ano

Saíram os indicados ao Emmy 2016! Agora você já tem uma ideia se vai ser aquela pessoa que postará um “UHUUUUUUUL” quando seu seriado favorito vencer um prêmio ou o internauta que diz “Não vejo nenhuma dessas porcarias e nem pretendo ver”.

O Emmy ainda é um pouco mais tradicional (leia-se: ainda puxa um pouco o saco da TV aberta) do que o Globo de Ouro, mas também tem as suas surpresas. Quais medalhões (atores e seriados) foram esnobados pela Academia televisiva neste ano? Eu te conto:

“Orange Is The New Black”

Indicada a Melhor Comédia na primeira temporada e a Melhor Drama na segunda, #OITNB acabou sem indicações nas categorias principais agora. Se você viu a recente quarta temporada e achou isso estranho, fica o alerta: a temporada que estava elegível neste ano era a terceira (sim, a ruim). Vamos ver se as presas de Litchfield conseguem voltar auge também nas premiações em 2017.

Jim Parsons

Vencedor de quatro Emmys e indicado outras duas vezes, o intéprete de Sheldon Cooper em “The Big Bang Theory” já havia ficado fora da briga ano passado e foi ignorado novamente em 2016. Seu desempenho não foi abaixo da média na nona temporada da sitcom, mas o programa decaiu espantosamente, prejudicando o ator e sua ‘parceira’, como veremos a seguir.

Mayim Bialik

A ex-Blossom e atual Amy Farrah Fowler havia sido indicada nos últimos quatro anos na categoria Atriz Coadjuvante em Comédia, sem vitórias. Neste ano, provavelmente ela nem comparecerá à cerimônia.

Uzo Aduba

Vencedora de dois Emmys por interpretar Suzanne “Crazy Eyes” em “Orange Is The New Black”, Aduba ficou de fora da corrida esta vez. Mesmo na pior temporada da história da série da Netflix, ela havia sido nomeada no Globo de Ouro e vencido o prêmio do Sindicato dos Atores em 2016.

Krysten Ritter

Não foi desta vez que o Emmy teve coragem de colocar uma série da Marvel entre as melhores do ano. É uma pena por Ritter, que deu humanidade e senso de humor incríveis à super-heroína. Por outro lado, a categoria de Melhor Atriz em Série Dramática praticamente só tem rainhas difíceis de serem destronadas.

Stephen Colbert

O apresentador de talk-show já tem NOVE Emmys em sua estante, a maioria deles pelo programa “The Colbert Report”. Porém, a Academia não gostou muito de sua investida como substituto de David Letterman no “Late Show” (não era uma tarefa fácil). Será que foi vingança divina pelo vídeo dele detonando o Brasil? #brinks

Rachel Bloom

A comédia “Crazy Ex-Girlfriend” está longe de ser popular, mas Bloom tinha dois prêmios bem sólidos neste ano: o Globo de Ouro e o Critics’ Choice. Nada disso foi suficiente para os votantes do Emmy.

Christine Baranski

O último ano de “The Good Wife” não emocionou muito os votantes. Até mesmo Christine Baranski, que foi indicada seis anos consecutivos pelo drama (sem vencer), ficou de fora desta vez.

Girls

Gostaria de evitar a choradeira, mas agora será difícil. A quinta temporada da comédia da HBO foi a melhor desde a primeira e considerada o renascimento do seriado. Não faz o menor sentido que até o Adam Driver (agora famoso por motivo de Star Wars e mais pelado do que nunca) seja esnobado este ano e que a péssima segunda temporada tenha recebido indicações. Saudades, coerência.

Você pode ver aqui a lista completa de inscritos:

E, obviamente, "Game of Thrones" vai ganhar Melhor Drama de novo.

#TV #emmy