LGBT

OPÇÃO sexual?

Автор

"Não julgo ninguém por sua opção sexual", é uma das frases que a maioria (se não todos) da comunidade LGBT já escutaram e isso acaba nos constrangendo muito, pois ninguém escolhe por opção sofrer preconceito. Ninguém escolhe ser gay, lésbica, assim como também ninguém escolhe ser heterossexual. Nascemos assim.

OPÇÃO sexual?

Resolvi procurar no dicionário a palavra 'opção': ato, faculdade ou efeito de optar; escolha, preferência.

Procurei também a palavra condição: categoria, estado, status, natureza, ou efeito de ser, circunstância.

As pessoas nascem em uma condição sexual, e não em uma opção sexual

O canal no YouTube Põe na Roda, do Superpride, lançou um vídeo em que faziam uma pesquisa na rua, perguntando as pessoas qual a sua opinião sobre a condição sexual de cada pessoa, se ela achava que um homossexual nascia homossexual, ou se ele virava.

Com mais de 10 votos, muitos responderam que as pessoas viraram homossexuais e o apresentador rebatia a resposta com uma outra pergunta; "Quando você decidiu virar heterossexual?"

Muitos não sabiam o que responder, outros respondiam que era orientação do pai, enquanto uns apenas acabavam pensando e mudavam a resposta, dizendo que a pessoa "nasce gay".

Comprovado

Um estudo comprovou que ser homo, não é uma doença, como era considerada até o milênio passado, mas sim, uma condição que a pessoa se encontra desde que nasceu, sendo considerada uma atração.

Ninguém escolhe ser gay

Em meio a tantas coisas como mortes por LGBTfobia, violência, preconceito, muitos não param para se colocar no lugar do próximo de que ninguém escolhe ser gay, lésbica, trans, ou até mesmo hétero.

Ninguém escolher apanhar, como também ninguém escolhe amar. O amor é a mais pura forma de inocência e perfeição, afinal, é química, é algo mágico e não devemos deixar essa magia escapar por preconceito.

Devemos eliminar o preconceito de nossas vidas, para que assim, tenhamos a empatia de saber o que o próximo passa sem antes julgá-lo.

Bem-vindo ao Trocando Ideias.