RELACIONAMENTOS

Somos influenciados ou tomamos nossas próprias decisões?

Autor

Essa é uma pergunta bem metafórica, porque não existe uma resposta concreta. No mundo atual, ou estamos sendo influenciados, ou influenciamos, e as nossas decisões às vezes são frutos de influências alheias que achamos que é a nossa mente falando, mas não, é o coleguinha. Vamos por um caminho devido à influência alheia, assim como muitas vezes convidamos pessoas ao mesmo caminho. E poucas vezes escolhemos por nós mesmos que rumo tomar.

Somos influenciados ou tomamos nossas próprias decisões?

Foto: ilustrativa

"Mas Fulano me influenciou"

O 'Fulano' pode até nos influenciar se não tivermos o auto-controle da mente, mas que controle é esse? O controle de falarmos: "não, eu vou por ali, porque estava seguindo ali antes do Fulano aparecer, pois é aquele caminho que me levará ao meu sonho", mas se você se deixar influenciar, quando chegar no final daquele caminho, vai ter um precipício te esperando, para saber se você pula dentro ou não.

É na beira daquele grande buraco que você tem três escolhas: se jogar, sentar e chorar ou voltar e refazer o caminho.

Muitos perdem suas vidas, desistem e se jogam, outros apenas passam a se lamentar e jogar a culpa dos outros por ter chegado ali: "me influenciou", enquanto outros percebem que nunca é tarde para recomeçar e voltam pelo caminho de curvas até o inicio, para novamente buscar seu destino verdadeiro.

O problema é jogar a culpa no próximo

A culpa é de nós mesmos de não possuirmos controle de nossa mente e muitas vezes não tomarmos nossas próprias decisões, pois a partir do momento que você impõe um limite, ninguém vai te influenciar ou te puxar por outro caminho, pois você já abriu um mar entre você e aquela pessoa, só basta saber que a pessoa está em outro continente e você deve retomar seu caminho. Sempre abrindo mar, contra aqueles que querem te mudar, mas não esqueça: muitos querem te levar para o caminho obscuro, como outros querem te levar para a luz. É necessário saber filtrar esses dois tipos de seres humanos.

Não jogue a culpa no próximo pelas suas decisões, podemos até sermos influenciados, mas só damos a liberdade de irmos por outros caminhos se deixarmos.

Não esqueça que você tem uma missão, basta saber qual.

E não pense em se afastar dos outros com medo de ir para outro caminho, na vida caminhos se cruzam, mas não terminam juntos, podem seguir lado a lado, mas nunca na mesma mão, por isso, todos que passam pela sua estrada se vão, só basta você saber se vai continuar sua estrada ou não. E lembrar que as pessoas possuem histórias neste período de tempo que no final do seu caminho, vai ser importante como memória e lembrança, para voltar ao passado.

Respeita e seja respeitado, não influencie e não se deixe influenciar.