OUTROS

Homens e mulheres se reúnem para uma convenção de sereias nos EUA

Daniel Akstein
Author
Daniel Akstein

Está todo mundo querendo ser a Ariel. Quer dizer, ao menos cerca de 300 pessoas que se reuniram no centro aquático de Greensboro, na Carolina do Norte, EUA, para uma convenção de sereias.  

No 'Merfest', mulheres e homens colocaram suas fantasias de sereia para um evento de três dias. 

Caitlin Nielsen, nascida em Seattle, explicou quando começou sua paixão pelas sereias. "Desde que eu vi a Pequena Sereia da Disney, quando eu era muito jovem, e também pelo filme Splash, com Tom Hanks e Daryl Hannah", disse a moça ao jornal 'The Sun'. Um detalhe: ela largou seu emprego em 2015 para se dedicar em ser uma sereia em tempo integral. "Eu sinto que minha cauda é uma parte de mim. Às vezes eu brinco que eu uso uma prótese porque eu nasci com um defeito de nascimento terrível - que são as pernas", exagera.

Mas o que acontece nessa convenção? Além de tirarem muitas fotos e um fazer inveja para o outro de suas caudas, eles têm aulas de como nadar com a roupa, trocam experiências, fazem tatuagens... e sonham em se tornar sereias profissionais!

Homens e mulheres se reúnem para uma convenção de sereias nos EUA
Homens e mulheres se reúnem para uma convenção de sereias nos EUA
Homens e mulheres se reúnem para uma convenção de sereias nos EUA
Homens e mulheres se reúnem para uma convenção de sereias nos EUA

#sereia #água #eua #comportamento #disney #ariel