TV

Na estreia do MasterChef profissional, o que mais faltou foi profissionalismo

Daniel Akstein
Author
Daniel Akstein

Eles avisaram logo no começo: não estava ali para fazer amigos, para serem bonzinhos ou para passar a mão na cabeça de maus cozinheiros. Ou seja, a cobra ia fumar!

Foi praticamente com esse recado dos jurados que começou mais uma edição do MasterChef Brasil, desta vez com profissionais. E, logo na estreia, profissionalismo foi o que a gente menos viu.

Como prometido, as provas seria mais difíceis e elaboradas, e assim foi. Mas o que dizer de um participante que esqueceu de limpar o camarão, de outro que serviu peixe com espinha e, pior ainda (ou não?), de um que desafiou e desacatou a chef Paola Carosella? No mínimo, que faltou profissionalismo.

A discussão aconteceu na última prova de eliminação, quando João não aceitou uma ordem de Paola e também não deixou ela terminar o que estava falando. A sorte do participante é que uma outra concorrente conseguir ir pior e foi eliminada.

Izadora, no caso, já estava meio lenta na cozinha quando os jurados chamaram outros dois participantes que já estavam salvos (e ausentes da prova) para ajudar o grupo que mostrava ser um fiasco na cozinha. Ivo, um dos melhores e que estava conquistando o público em casa, chegou mandando e desestabilizou Izadora, que caiu numa crise de chovo. Muita gente no Twitter acusou Ivo de machismo por causa de sua postura.

A postura de alguns participantes também me chamou bem a atenção. Uma postura nada profissional ao criticar os colegas logo no primeiro epísódio e sem conhecê-los. Um grupinho não se cansou em falar mal de Izadora enquanto ela cozinhava, e isso foi com outros também.

Dos 14 participantes, três já deram adeus ao programa na estreia. Dário e Ivo, os melhores no começo, realmente chamaram a atenção e prometem ser destaques do programa, junto de João - o primeiro pela sua competência e organização na cozinha, os outros talvez mais pelo comportamento. As eliminadas foram Fernanda, Eliane e Izadora:

Um detalhe bem importante na saída de Fernanda: ela foi reprovada por ter faltando às aulas de geografia!!!! Sim, porque era para ela fazer um prato ao estilo mediterrâneo, mas ele meteu um presunto parma no meio e ainda disse que ele vinha da Espanha (e não da Itália). E se enrolou todo ao falar que a mandioquinha também era famosa na terra espanhola. Não colou, né!

Mas o que importa é que o programa ainda está no começo, mas que esse MasterChef Profissional realmente promete grandes desafios e emoções. Só espero que com menos amadorismo na cozinha.

#masterchefbr #masterchef #tv #band