CURIOSIDADES

Tem louco pra tudo: conheça o homem fascinado e fanático por feijão

Autor

'O maior fã de feijão da Grã-Bretanha transformou sua casa em um museu dedicado à sua comida favorita.'

Vamos combinar: tem muita coisa estranha nessa frase. Para começar, quem é fã de feijão? E quem é fanático assim para fazer de sua casa um museu?

Barry Kirk é o personagem em questão, mas também pode chamá-lo de Capitão Beany. Ele está desempregado desde 1991, quando resolveu largar o emprego para cuidar de sua mãe doente, que veio falecer há 9 anos. Desde então, vem 'trabalhando' nessa sua incomum obsessão. 

"Eu amo feijões cozidos. O pensamento mais louco que pensei foi ter a minha cabeça tatuado com feijões", ele disse. E sua careca é realmente toda desenhada - a tatuagem foi feita há dois anos, e gerou 3,6 mil libras de caridade para uma causa local.

Se você acha que isso é loucura, espera para ver o resto. Em 1986, Barry entrou para o Livro dos Recordes ao sentar numa banheira cheia de feijão durante 100 horas. "Depois desse banho, as pessoas passaram a me chamar de homem de feijão, que é brilhante", lembrou. "Aí eu pensei: vou para criar um super-herói." Foi quando passou a ser chamado de Capitão Beany.

Para ganhar uma graninha, ele resolveu transformar seu pequeno apartamento em um santuário dos feijões. Ganhou 6 mil libras por isso. O museu atrai 100 visitantes por ano.

Sabe o que ele quer agora? Lançar um cd com músicas de amor ao feijão? Só pode ser piada...

Tem louco pra tudo: conheça o homem fascinado e fanático por feijão
Tem louco pra tudo: conheça o homem fascinado e fanático por feijão
Tem louco pra tudo: conheça o homem fascinado e fanático por feijão
Tem louco pra tudo: conheça o homem fascinado e fanático por feijão

#feijao #loucura #inglaterra