Esporte é foda
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Esporte é foda
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Esporte é foda
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Rosberg não é o primeiro atleta a se aposentar no auge. Relembre outros.

DeTudoUmPouco
há um ano337 visualizações

Não é tão raro assim.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Rosberg não é o primeiro atleta a se aposentar no auge. Relembre outros.

O alemão Nico Rosberg deixou todo mundo com o queixo caído ao anunciar sua aposentadoria das pistas pouco tempo após vencer o campeonato da Fórmula 1 pela primeira vez. Ele tem 31 anos, idade avançada para muitos esportes, mas não para o automobilismo, e justificou sua decisão afirmando que não gostaria de repetir o esforço insano que fez neste ano para ficar com o título. Compreensível.

Relembremos outros atletas que também decidiram "sair por cima":

Peyton Manning (futebol americano)

Rosberg não é o primeiro atleta a se aposentar no auge. Relembre outros.

O quarterback do Denver Broncos venceu o Super Bowl 50 neste ano e decidiu aposentar o capacete em seguida (rs). Peyton poderia continuar por muito tempo na NFL, mas também já tinha uma carreira magnífica de 18 anos nas costas.

Mark Spitz (natação)

Se você acha que Rosberg parou cedo demais, o que dizer do nadador norte-americano, que venceu sete medalhas de ouro nas Olimpíadas de Munique em 1972, quebrando o recorde mundial das sete provas, e decidiu parar de nadar profissionalmente logo depois, com apenas 22 anos?

Bjorn Borg (tênis)

Rosberg não é o primeiro atleta a se aposentar no auge. Relembre outros.

Esporte extremamente desgastante fisicamente e emocionalmente, o tênis tem alguns contribuintes para esta lista. O sueco Bjorn Borg teve uma incrível carreira, com cinco títulos de Wimbledon consecutivos e seis em Roland Garros (era recorde até Rafael Nadal aparecer). No entanto, com 26 anos, em 1981, ele largou tudo.

Bobby Jones

O golfista norte-americano foi o primeiro a vencer os quatro Majors no mesmo ano, em 1930. Em seguida, decidiu parar de disputar torneios, com apenas 28 anos (assim como pilotos, golfistas conseguem ter carreiras mais longas).

Marion Bartoli

Rosberg não é o primeiro atleta a se aposentar no auge. Relembre outros.

A tenista francesa nunca foi considerada uma candidata a vencer um Slam, mas aconteceu em Wimbledon, em 2013. Pouco mais de um mês após o inesperado título, ela decidiu parar de jogar, com 28 anos.

Flavia Pennetta

Rosberg não é o primeiro atleta a se aposentar no auge. Relembre outros.

Assim como Bartoli, Pennetta teve uma campanha surpreendente no US Open de 2015, ficando com o troféu. Mais chocante ainda foi a italiana anunciar na própria cerimônia de premiação em Nova York que estava encerrando a carreira. Pennetta jogou até o final da temporada e deu adeus ao tênis profissional.

Se você realizasse o seu maior sonho após tantos anos de dedicação, também largaria tudo para viver a vida ou ficaria ainda mais motivado para ganhar de novo? 

#automobilismo #F1 #motorsport #rosberg 

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

DeTudoUmPouco
há um ano149 visualizações
Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O choque e o luto ainda são grandes, mas as reações de amor e apoio em todo o país e em várias partes do mundo à tragédia que matou 71 pessoas na Colômbia mostram que o esporte ainda é muito mais um instrumento de união e empatia do que de ódio e intolerância.

Já no início da manhã de terça-feira, os clubes brasileiros mudaram seus avatares nas redes sociais para o escudo da Chapecoense em preto e branco:

O Atlético Nacional, rival da Chape na final da Sul-Americana, deu inúmeras demonstrações de grandeza. A primeira foi pedir para a Conmebol que o clube catarinense seja declarado o campeão do torneio. Seus torcedores também foram extremamente solidários e adaptaram seu canto para "Que escutem em todo o continente, sempre recordaremos a campeã Chapecoense" em Medellín.

Perto da hora do almoço no Brasil, os quatro grandes clubes de São Paulo divulgaram nota conjunta pedindo para a CBF que a Chapecoense seja protegida contra rebaixamento nas próximas três temporadas e oferecendo empréstimos gratuitos de jogadores para o time afetado pela tragédia para a última rodada do Brasileiro.

Alguns dos principais monumentos do planeta mudaram suas cores para o verde da Chape:

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Torre Eiffel, em Paris

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Obelisco, em Buenos Aires

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Estádio de Wembley, em Londres

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Cristo Redentor, no Rio

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Allianz Arena, em Munique 

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Torre Colpatria, em Bogotá

As homenagens chegaram a Anfield, estádio do Liverpool, que enfrentou o Leeds nesta terça-feira. A torcida cantou, como de costume, "You Will Never Walk Alone" e todos fizeram um minuto de silêncio pelas vítimas.

Alguns fãs adaptaram a bandeira brasileira para as cores do Liverpool:

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

No fim da tarde, foi a hora do povo de Chapecó marchar pelas ruas e se confortar na Arena Condá. 

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas
Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

À noite, o principal telejornal do país reuniu seus profissionais, muitos amigos e colegas de jornalistas que faleceram, para aplaudir todos que se foram.

E a NBA realizou um minuto de silêncio antes de todas as partidas da rodada, mostrando o escudo da Chapecoense nos telões:

Homenagens à Chapecoense mostram que o esporte ainda traz o melhor das pessoas

Que todos os envolvidos no esporte continuem praticando a solidariedade e o respeito no futuro. 

#forçachape #futebol #luto #tragedia #chapecoense

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
DeTudoUmPouco
Equipe Storia Brasil