Rio Dois Mil e Dezesseis
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Rio Dois Mil e Dezesseis
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
    • Reportar esta pasta de histórias
Rio Dois Mil e Dezesseis
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

100 dias.

DeTudoUmPouco
há um ano2 visualizações
100 dias.
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

100 dias para o mundo todo se voltar para o Maracanã pela terceira vez.

100 dias para ver Rafael Nadal enfim levando a bandeira espanhola na Cerimônia de Abertura.

100 dias para alguns tuiteiros reclamarem que a abertura só tem clichês. E outros tuiteiros dizendo que devemos ter orgulho dos nossos clichês.

100 dias para você atacar ou defender o Carlinhos Brown.

100 dias para você dizer que só estrangeiro gosta de bossa nova.

100 dias para você falar como a cerimônia que você imaginou teria sido muito melhor.

100 dias para você reclamar da roupa que os atletas brasileiros estão usando na abertura.

100 dias para você reclamar de qual atleta brasileiro está levando a nossa bandeira.

100 dias para o público vaiar o/a chefe de Estado. Quem quer que seja.

100 dias para saber quem vai acender a pira olímpica.

100 dias para você se perguntar como a pira vai do Maracanã para o Engenhão.

100 dias para o mundo perceber que o estádio da abertura não é o mesmo do atletismo.

100 dias para você se arrepender de não ter comprado ingresso.

100 dias para aquela sua cunhada vir te perguntar “como compra ingressos para a final do vôlei?”.

100 dias para a tal cunhada entrar no grupo do Facebook “INGRESSOS OLIMPÍADA SEM CAMBISTAS, PERMITIDO VENDER SÓ O DOBRO DO PREÇO’.

100 dias para ela ver gente pedindo 10 mil reais em ingresso para a final do vôlei.

100 dias para você reclamar que o Galvão está falando besteira. Mas não mudar de canal.

100 dias para você falar muito mais besteiras que todos os narradores juntos.

100 dias para você realmente lamentar que o metrô para a Barra não ficou pronto.

100 dias para você esconder seu ingresso concorrido dentro da cueca/calcinha, com medo de te roubarem.

100 dias para homens gringos invadirem Copacabana e serem ao mesmo tempo charmosos e inconvenientes.

100 dias para uma amiga sua começar a namorar um gringo.

100 dias para estrangeiros perceberem que a vida de todas as pessoas não-grávidas do Brasil não mudou por causa do zika vírus.

100 dias para algum atleta se arrepender de não ter trazido a esposa por medo de zika.

100 dias para algum jornalista estrangeiro pegar dengue e descobrir que dengue pode ser pior que zika.

100 dias para algum jornalista estrangeiro andar com equipamento na rua à noite e perceber que isso é uma péssima ideia.

100 dias.

100 dias para alguns estrangeiros perceberem que os Jogos de Verão serão no nosso inverno.

100 dias para a gente aceitar que inverno no Rio é um conceito complicado.

100 dias para pessoas que nunca foram ao Rio ficarem chocadas porque você consegue ver o Cristo de muitos lugares da cidade.

100 dias para você pensar “cacete, como o Rio é lindo”.

100 dias para você pensar “o Rio merecia ser melhor administrado”.

100 dias para você cogitar se mudar para o Rio.

100 dias para ficar meio impressionado com o trânsito no Rio.

100 dias para se sentir muito branquelo perto dos cariocas.

100 dias para você começar a decorar o hino americano de novo.

100 dias para você achar que é especialista em esportes que não vê desde a última Olimpíada.

100 dias para pessoas fazerem piadas com badminton.

100 dias para falarem que futebol não deveria fazer parte da Olimpíada.

100 dias para reclamarem que tem jogo em Manaus.

100 dias para a gente perguntar por que colocaram golfe na Olimpíada.

100 dias para a gente reclamar que o torneio olímpico de tênis não dá mais pontos.

100 dias para as pessoas perceberem que o Parque Olímpico é em Jacarepaguá, que é ainda mais longe que a Barra.

100 dias para a gente fazer bolão de quem vai ser o primeiro brasileiro a ganhar ouro.

100 dias para alguém cornetar a Fabiana Murer por causa do vento.

100 dias para as pessoas descobrirem que o nome dos Jogos será Katie Ledecky.

100 dias para a Havaianas bater recorde de vendas.

100 dias para os camelôs venderem o resto das camisas amarelas que sobraram agora que os protestos acabaram.

100 dias para quem é de fora do Rio lamentar que não levou adaptador de tomada. Merda de três pinos.

100 dias para você ficar gritando atrás de um taxi na entrada da rodoviária.

100 dias para pagar 10 dilmas (temers?) na cerveja.

100 dias para chorar que nem um bebê quando o hino brasileiro tocar.

100 dias para ver atletas brasileiros chorando que nem bebês no pódio.

100 dias para chorar que nem um bebê quando algum favorito brasileiro perder.

100 dias para ligar para aquele amigo carioca e implorar por abrigo.

100 dias para sair mais cedo do trabalho para não perder nada das provas da noite.

100 dias para arranjar uma TV no trabalho para ver o Zanetti.

100 dias para tentar combinar um bate-volta com os amigos e comprar algum ingresso.

100 dias para lamentar que a Olimpíada dura só duas semanas.

100 dias para lamentar que a próxima Olimpíada será em quatro anos.

100 dias para lamentar que a próxima Olimpíada é longe bagaray.

100 dias para brigar com o seu amigo que acha a Copa mais importante.

100 dias para ver hipismo e lembrar do Baloubet du Rouet.

100 dias para pensar “se eu tivesse treinado este esporte desde criança, poderia disputar uma Olimpíada”. Risos.

100 dias para reclamar que ninguém dá importância aos “outros” esportes quando a Olimpíada acaba.

100 dias para dar importância aos “outros” esportes só na Olimpíada.

100 dias para julgar quem canta “eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor”.

100 dias para um “Vai Corinthians” em algum momento, porque sempre tem um corintiano.

100 dias para um “Mengooooo” em algum momento, porque sempre tem um flamenguista.

100 dias para um “Vai Corinthians” em algum momento, porque sempre tem um corintiano.

100 dias para um “Fora Dilma”, mesmo com ela já fora.

100 dias para um “Fora Cunha”, talvez?

100 dias para um “Fora Bolsonaro”. Dream on.

100 dias para se apaixonar novamente pelo Bolt.

100 dias para se confundir com a pontuação do boxe olímpico.

100 dias para falar que você sente falta daquele Dream Team.

100 dias para tentar entender a prova de perseguição do ciclismo.

100 dias para lamentar quando o ginasta cai.

100 dias para lamentar ainda mais quando o ginasta brasileiro cai.

100 dias para ver a imprensa escolher a ‘musa’ dos Jogos (acho que vai ser a Dafne Schippers).

100 dias.

100 dias para discutir se nado sincronizado é esporte ou dança.

100 dias para ter a mesma discussão com ginástica rítmica.

100 dias para estranhar rúgbi na Olimpíada.

100 dias para tentar entender a prova de adestramento do hipismo.

100 dias para dizer que hóquei sobre o gelo é bem mais legal que sobre a grama.

100 dias para tentar adivinhar se foi um wazari ou um ippon. E errar. E achar que o árbitro errou.

100 dias para sentir nojinho da água na maratona aquática.

100 dias para alguém desinformado saber que o Cielo não se classificou.

100 dias para a gente decorar novamente os cinco esportes do pentatlo moderno.

100 dias para reclamar que todo mundo no tênis de mesa é chinês com passaporte estrangeiro.

100 dias para ouvir a voz rouca da comentarista de saltos ornamentais do Sportv.

100 dias para responder que o tênis é disputado em melhor de três sets. Exceto a final masculina de simples.

100 dias para alguém que comprou ingresso de cambista perceber que o ingresso era falso.

100 dias para alguém carregar o ingresso no bolso de trás da calça e ser roubado.

100 dias para alguém se vestir de padre Cornelius para ver a maratona, porque sempre tem um troll.

100 dias para sair correndo entre o Parque Olímpico e o Maracanã.

100 dias para sair correndo do Parque Olímpico para o Galeão.

100 dias para julgar um gringo que quer fazer ~tour~ na favela.

100 dias para julgar um paulista classe média que quer fazer ~tour~ na favela.

100 dias para perceber que o esporte muda vidas.

100 dias para perceber que o esporte tem histórias tão incríveis, que nenhum roteirista seria capaz de escrever.

100 dias para o mundo se unir por duas semanas.

100 dias.

#tennis #olympics #tenis

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
DeTudoUmPouco
Equipe Storia Brasil