Tênis é para loucos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Tênis é para loucos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
    • Reportar esta pasta de histórias
Tênis é para loucos
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Serena rebate à altura ex-tenista que a colocou como número 700 entre os homens

DeTudoUmPouco
há 4 meses76 visualizações
Serena rebate à altura ex-tenista que a colocou como número 700 entre os homens
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Para quem não é muito familiarizado com o tênis (alô, Dácio Campos!), John McEnroe é um nome bem importante na história da modalidade. Ele venceu sete títulos de Grand Slam em simples, marcou época nos anos 80 e aproveitava da imagem de bad boy, além de seu talento, para ser popular. Na posição de comentarista, ele continua usando polêmicas para se manter na mídia, especialmente agora, que lançou um livro. Porém, quando ele usa Serena Williams neste jogo de mídia, está fadado a perder.

Tudo começou quando McEnroe escutou a pergunta mais idiota do universo, que sei lá por qual motivo ainda é feita por jornalistas: "Como Serena Williams se sairia no tênis masculino?"

"Por volta de número 700 do mundo. Não significa que eu não acredite que Serena seja uma tenista incrível. Eu acho que é, mas a realidade é que Serena em algum dia poderia vencer alguns jogadores, eu acho, porque ela é muito forte mentalmente. Mas, se ela tivesse que jogar o circuito masculino, seria uma história completamente diferente", disse McEnroe.

A questão que deveria ser feita, no entanto, não é sobre o lugar de Serena no tênis masculino, mas sim por que achamos que esta discussão é necessária. Por que os feitos de Serena não se bastam e precisam ser colocados à prova pelo desempenho de homens? Qual é o objetivo desta conversa, além de tentar diminuir o sucesso dela?

Já no último trimestre de sua gravidez, Serena respondeu McEnroe com dois tweets:

"Querido John, eu te adoro e te respeito, mas, por favor, me mantenha fora das suas declarações que não são baseadas em fatos."

"Nunca joguei com ninguém com 'aquele' ranking, nem tenho tempo para isso. Tenha respeito por mim e pela minha privacidade enquanto tento ter um bebê. Tenha um bom dia, senhor."

Ficam os votos para que McEnroe consiga vender cópias do seu livro sem precisar mencionar o nome da maior tenista de todos os tempos.

Tenista é expulso de Roland Garros após beijar repórter à força

DeTudoUmPouco
há 5 meses113 visualizações
Tenista é expulso de Roland Garros após beijar repórter à força
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O torneio de tênis de Roland Garros de 2017 teve um episódio lamentável logo nos primeiros dias de evento. O tenista francês Maxime Hamou era entrevistado nos corredores do complexo ao vivo no canal Eurosport, quando claramente assediou a repórter Maly Thomas.

Enquanto ela tentava entrevistá-lo, Hamou abraça a jornalista de forma inadequada. Não satisfeito, ele a beija no rosto algumas vezes, enquanto Thomas tenta se afastar. Já no final do vídeo, ele prende a repórter pelo pescoço e a puxa, enquanto sua mão parece encostar no seio dela. Assista à cena se quiser (aviso de gatilho para vítima de assédio ou abuso):

Sim, Maly Thomas está sorrindo em boa parte do vídeo. Isso não é surpresa nenhuma para pessoas que já passaram por esta situação. A mistura de choque, constrangimento e medo de reagir violentamente e piorar a situação causam este tipo de riso nervoso. Thomas disse depois ao Huffington Post francês que ela o teria repreendido se não estivesse ao vivo.

Mesmo se não tivesse repreendido, nada justifica esta atitude, nem as risadas e palmas dos outros comentaristas que testemunharam a cena, como Henri Leconte, ex-tenista importante na história do tênis francês.

A partir do momento em que o vídeo começou a viralizar, a Federação Francesa tomou uma atitude e suspendeu a credencial de Hamou, impedindo sua entrada no torneio.

Este é mais um episódio de machismo explícito no tênis neste ano, pouco mais de um mês após o romeno Ilie Nastase xingar uma jogadora e uma treinadora e fazer uma piada racista sobre Serena Williams.

Apenas melhorem.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
DeTudoUmPouco
Equipe Storia Brasil