CELEBRIDADES

Sem emplacar na Globo, conto de fadas de Emilly Araújo chega ao fim

Fábio Tava Hecico
Autor
Fábio Tava Hecico

Emilly Araújo imaginava "ganhar o mundo" ao vencer o BBB17 e embolsar prêmio de R$ 1,5 milhão. O conto de fadas da jovem gaúcha chegou ao fim após oito meses da final do reality show sem ela conseguir emplacar na carreira de atriz ou repórter na Globo.

E a moça fez de tudo para ganhar espaço na emissora carioca, com a qual não teve o contrato renovado. Ele apareceu de "intrusa" em festa de celebridades, estudou artes cênicas e "se ofereceu" para qualquer papel.

Queria, de todas as formas virar uma estrela do canal. Mas acumulou "nãos". Foi reprovada em testes de novelas e até para a turma do Didi. O ato final foi ver a rival Vivian Amorim, vice-campeã do BBB ser escolhida para reportagens da edição deste ano.

De acordo com o jornal Extra, Emilly, a irmã Mayla e o pai Volnei estão de volta ao Rio Grande do Sul onde ela vai tentar a carreira de Youtuber. As chaves da cobertura no Rio, com aluguel de R$ 7 mil mensais foram devolvidas e até assessoria de imprensa (precisava?) A moça não tem mais. A fama instantânea de BBB parece ter chegada ao fim.

Sem emplacar na Globo, conto de fadas de Emilly Araújo chega ao fim

Foto: Instagram