FUTEBOL

Árbitro perde a cabeça ao ser derrubado sem querer, agride e expulsa brasileiro

Author

Os defensores brasileiros não andam com muita sorte com a arbitragem do Campeonato Francês. Não faz muito tempo, o zagueiro Marcelo, do Lyon, foi expulso por causa de um tapa sem querer no cartão amarelo do árbitro. Se o lance já foi bizarro, você precisa ver a lambança que aconteceu na rodada deste fim de semana. Diego Carlos foi expulso por Tony Chapron após derrubar o juizão sem querer e ainda ter sido agredido pelo mesmo.

O lance maluco aconteceu já no fim do jogo entre Nantes e PSG. Num contra-ataque do time de Neymar (não jogou), o árbitro passou na frente do defensor, que sem querer o derrubou. De imediato o homem do apito revidou e chutou o pé direito do zagueiro. Quando se levantou, ainda mostrou o segundo amarelo e o consequente cartão vermelho ao brasileiro e ainda anotou falta para o PSG. Como assim?

Realmente ninguém entendeu o despreparo e o nervosismo de Chapron. Diego Carlos ficou irritadíssimo com a expulsão, assim como o presidente do Nantes na beira do campo. Com um a menos, o time não teve forças para buscar o empate e caiu por 1 a 0.

O mundo repercutiu a atitude do juiz. E o Nantes não deixou barato. O clube postou o lance da agressão em suas redes sociais e ainda fez um elogio ao time, sobretudo, ao zagueiro: "Grande Diego. Ficamos orgulhosos deste time".

Resta saber se o conselho disciplinar francês entrará em ação para dar um belo gancho no árbitro cabeça quente. O fato de ele ser a autoridade no campo não justifica a agressão que cometeu. Tem de pagar, e caro.

Árbitro perde a cabeça ao ser derrubado sem querer, agride e expulsa brasileiro
Árbitro perde a cabeça ao ser derrubado sem querer, agride e expulsa brasileiro