FUTEBOL

Balançando no Chelsea, Antonio Conte avisa que demiti-lo seria uma "estupidez"

Autor

Não é de hoje que o técnico Antonio Conte "balança" no comando do Chelsea. Resultados ruins, como as duas últimas surras diante dos nanicos Watford, por 4 a 1, e Bournemouth, por 3 a 0, além de clima péssimo com alguns jogadores, só aumentam os rumores de que ele será mandado embora. Como advogado de causa própria, o treinador resolveu mandar um recado a seus superiores: demiti-lo seria uma "estupidez."

O técnico usa tudo de bom que já conseguiu no clube, como o título inglês da temporada passada, além da economia financeira com reforços, para mostrar que é (e ainda pode ser) útil aos Blues.

Resta saber se suas palavras convencem o russo Roman Abramovich, proprietário do Chelsea, que não admite ver o clube longe das disputas por títulos. Disposto a mudar, ele até já teria autorizado os dirigentes a buscarem Luis Enrique, desempregado após muitas conquistas com o Barcelona.

Conte sabe das tratativas em busca de um substituto e faz o lobby final para não perder o emprego.

"Você pode vencer, mas ao mesmo tempo, o clube pode não estar feliz em te manter. Por essa razão, é certo mandar o técnico embora. Porém, você pode confiar num treinador, no seu trabalho e continuar com ele mesmo se não vencer. E tentar construir algo importante. Tem duas maneiras de agir: a maneira estúpida e a maneira inteligente”, enfatizou, garantindo que ainda pode fazer muita coisa pelo clube.

"Acredito que o clube mantém a aposta no seu treinador não por aquilo que se consegue numa temporada, mas porque confia nele e então constroem algo juntos. Mas isso não significa que tenha de conquistar algo, porque não é fácil, sobretudo na Inglaterra.”

Prestes a enfrentar o Barcelona pelas oitavas da Champions League, Conte sabe que a eliminação pode decretar o fim de sua passagem por Londres. Mas ele não se rende, mesmo "queimado" após dispensar Diego Costa por mensagem e afastar o brasileiro David Luiz. Se cair, será mesmo uma "estupidez"?

Balançando no Chelsea, Antonio Conte avisa que demiti-lo seria uma "estupidez"

Foto: Facebook/Chelsea