FUTEBOL

Barcelona busca virada épica diante do PSG. Veja outras façanhas dos catalães

Author

Nunca devemos desafiar a força e o poder de reação dos grandes clubes. Ainda mais os mais potentes. Pois o argentino Di María resolveu provocar justamente o Barcelona em pleno Camp Nou. O meia pediu que todos se calassem após o gol de Cavani e, no fim, ficou com sorriso amarelo diante de virada épica dos catalães.

Barcelona busca virada épica diante do PSG. Veja outras façanhas dos catalães

Sim, o Barcelona conseguiu reverter a desvantagem de 4 a 0 do confronto das oitavas de final da Champions League diante dos franceses. E da melhor maneira possível: com luta, entrega e 3 gols nos sete minutos finais.

Di María não imaginava que após arrasar na França e ao ver sua equipe diminuir para 3 a 1 o jogo em Barcelona restante 29 minutos para o fim, que o bom time do PSG levaria mais três gols.

Deve estar chorando agora, envergonhado, num canto. Baita despretensão desafiar um clube com ataque arrasador, de Neymar, Messi e Suárez.

Di María viu sua alegria durar até os minutos finais. Aos 42 do segundo tempo, ainda estava 3 a 1. Mas Neymar havia apostado na virada e que faria dois gols. O brasileiro guardou seu show para o fim. Fez um golaço aos 43 e outro de pênalti aos 45.

Barcelona busca virada épica diante do PSG. Veja outras façanhas dos catalães
Barcelona busca virada épica diante do PSG. Veja outras façanhas dos catalães
Barcelona busca virada épica diante do PSG. Veja outras façanhas dos catalães

Faltava o gol da vaga, da classificação épica. E ele veio aos 49, após cruzamento do brasileiro e gol de Sergi Roberto.

Barcelona busca virada épica diante do PSG. Veja outras façanhas dos catalães

Festa de um time que já fez incríveis façanhas em torneios europeus. Relembre algumas:

Barcelona x Gothenburg

Na Copa Europa de 1985/86, antiga Liga dos Campeões, os espanhóis caíram diante dos suecos por 3 a 0 na ida. Na volta devolveram o placar o foram mais eficientes nos pênaltis: 5 a 4.

Barcelona x Dínamo Kiev

Na edição de 1993/94, após levar 3 a 1 na Ucrânia e ainda sofrer um gol na volta, buscou o 4 a 1, liderado por Johan Cruyff.

Barcelona x Chelsea

Tudo parecia acabado na edição de 1999/2000 após derrota por 3 a 1 diante do Chelsea, na Inglaterra. Os ingleses contavam com enorme defesa e eram quase imbatíveis. Mas o Barça tinha Rivaldo, que atrasou no Camp Nou com dois gols e a repetição do placar. Na prorrogação, mais gols gols e surra e vaga com goleada por 5 a 1.

Barcelona x Milan

Na edição de 2012/2013 a última grande virada. Os italianos fizeram 2 a 0 em Milão e estavam crentes na vaga. Mas um tal de Messi brilhou na Espanha na goleada por 4 a 0.