FUTEBOL

Cervejinha com amigos antes de clássico? Ele achou normal e... perdeu o emprego

Autor

Depois do Carnaval, o clássico Ba-Vi é o evento mais importante para os baianos. Salvador, dividida ao meio, para, tamanha a rivalidade dos clubes. Ainda mais com as duas equipes lutando contra a queda. Pois um atacante resolveu fazer uma festinha com amigos antes do jogo, se deixou filmar com uma cervejinha na mão e... perdeu o emprego.

Emprestado ao Bahia para solucionar a escassez de gols do time, Rodrigão teve um começo interessante. Em 14 jogos no Brasileirão, anotou cinco vezes e distribuiu algumas assistências. Já caía nas graças do torcedor quando o vídeo com sua farra (possivelmente em Belmonte, sua cidade natal) antes do duelo histórico com o Vitória foi parar nas redes sociais.

Os dirigentes relutaram em admitir a farra. Fora do clássico sob justificativa que estava com uma "lesão muscular", o jogador passou a semana "em tratamento". Não apareceu no campo de treino até a decisão final de devolvê-lo ao Santos.

"O Esporte Clube Bahia comunica que o contrato de empréstimo do atacante Rodrigão terá seu término antecipado e o atleta será devolvido ao Santos Futebol Clube, com o qual tem vínculo mais extenso. Com a camisa tricolor, Rodrigão disputou 18 partidas, marcou 5 gols e deu 2 assistências. O Esquadrão agradece os serviços prestados e deseja sucesso no prosseguimento de sua carreira".

Num estado onde a alegria e os festejos são constantes, o futebol é levado muito a sério e Rodrigão pagou por sua inocência. Vacilou na hora errada e agora terá de buscar seu espaço novamente no futebol. A cervejinha custou caro. Bem caro.

Cervejinha com amigos antes de clássico? Ele achou normal e... perdeu o emprego