FUTEBOL

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Yazar

Não é tarefa fácil segurar o Palmeiras no Allianz Parque e o Grêmio em sua arena. São dois adversários muito fortes, com ataques potentes e acostumados a fazer muitos gols como mandante. O líder Corinthians conseguiu graças a seu sistema defensivo, que há 10 anos está entre os melhores do País. Não importa a dupla de zaga, todas parecem dar certo.

Disparado na ponta do Brasileirão, com 35 pontos somados de 39 possíveis, o Corinthians está há sete jogos sem levar gol na competição e só foi superado apenas cinco vezes em 13 rodadas. Cássio é uma muralha e Pablo e Balbuena formaram uma dupla perfeita.

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Apenas Chapecoense, Vasco e São Paulo conseguiram furar a defesa corintiana. Em dois desses jogos a dupla titular não estava junta na hora dos gols. Pablo se machucou antes do empate da Chapecoense (1 a 1) e foi substituído, e Balbuena não enfrentou o Vasco (5 a 2).

Ter fortes esquemas defensivos foi a primeira medida tomada pela direção corintiana após o vexame do rebaixamento em 2007. Saco de pancadas com Zelão, Betão, Fábio Ferreira, Fábio Braz e cia., a ordem era reorganizar a casa para 2008 a começar pela defesa.

Chicão e William

Mano Menezes chegou com a missão e com William e Chicão formou a primeira grande dupla de zaga corintiana do período. Foram quase três anos de parceria, o que garantiu os títulos da Série B, Paulista e da Copa do Brasil. O Brasileiro de 2010 escapou por causa das lesões, ora de um, ora de outro.

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Chicão e Leandro Castán

Com a aposentadoria do capitão William, chegava a hora de nova dupla campeã. Com o novo parceiro, Leandro Castán, Chicão manteria o alto nível do setor, agora sob a batuta de Tite. Novamente a defesa se destacou e foi ponto forte na conquista do Brasileirão de 2011 (menos vazada com 36 gols sofridos) e no título invicto da Libertadores de 2012.

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Chicão e Paulo André

Castán optou pelo sonho europeu após a Libertadores e Paulo André ganhou a vaga de titular para fechar o ano erguendo o Mundial de 2012 sem gols sofridos, mesmo com bombardeio do Chelsea na decisão.

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Gil e Paulo André

O ano de 2013 foi o início da era Gil no clube. E o zagueirão que hoje figura na seleção brasileira chegou erguendo taças. Primeiro o Paulistão e depois a Recopa. No Brasileirão a campanha foi ruim com 10° lugar apenas, mas a defesa foi sensacional, levando somente 22 gols.

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Gil e Felipe

Uma nova dupla campeã se formaria com a saída de Paulo André. Ao lado de Gil, Felipe passaria 2014 em branco, mas fecharia 2015 com o título Brasileiro. E, melhor, novamente com a defesa menos vazada, com os mesmos 31 gols sofridos na edição de 2014 (nesta o Grêmio levou 24 e o Timão ficou em segundo).

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais:

Balbuena e Pablo

Após um 2015 fantástico, o Corinthians sofreu enorme desmanche em 2016, perdeu de uma só vez sete titulares, entre eles Gil, depois Felipe também foi vendido e o ano acabou se tornando de remontagem e sem comemorações. Chegou 2017 e, com ele, a primeira taça (Paulistão) para Pablo e Balbuena, que ficam melhor a cada dia e provam com excelente Brasileiro.

Corinthians, há 10 anos brilhando com grandes duplas de zagueiros. Saiba quais: