FUTEBOL

Francês faz um dos gols mais bonitos do ano, digno de prêmio. Mas foi contra

Yazar

Kondogbia merecia figurar entre os candidatos ao Prêmio Puskas de gol mais bonito do ano em dezembro. Afinal de contas, sua pintura por cobertura em torneio amistoso diante do Chelsea, do meio de campo, certamente está entre as obras primas do futebol em 2017. Só há um problema: foi contra as próprias redes.

Francês faz um dos gols mais bonitos do ano, digno de prêmio. Mas foi contra

O volante francês da Internazionale causou inveja até no Rei do Futebol. Pelé tentou, mas não conseguiu marcar um gol do meio campo na brilhante carreira. Ele conseguiu, com chute de 40 metros no jogo disputado em Cingapura.

Por sorte sua equipe já vencia por 2 a 0 e a lambança não custou caro. Mas que foi bem engraçada, não temos como negar. Envergonhado, ele levou as mãos à cabeça após o erro.

O jogador recebeu a bola do companheiro e, um pouco apertado na marcação, bateu de chapa, com estilo, encobrindo o goleiro Padelli. Parece até que fez por querer. Veja e dê sua opinião: