FUTEBOL

Luxemburgo não aceita demissão no Sport e detona amadorismo dos dirigentes

Yazar

Vanderlei Luxemburgo ficou bastante irritado com a surpreendente demissão no Sport e não poupou críticas ao "amadorismo" dos dirigentes pernambucanos. O experiente treinador garante que salvaria o clube da queda este ano e revelou ainda um "projeto" para disputar vaga na Libertadores em 2018.

Dispensado no vestiário logo após derrota por 2 a 0 para o Junior Barranquilla, quinta-feira, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, Luxa ficou transtornado com a maneira como foi tratado.

Ele queria mais respeito à sua história e foi às redes sociais mandar mensagem aos torcedores do Sport, na qual detonou os dirigentes do clube.

"Boa noite, torcedor do Sport, queria falar para vocês que minha saída do Sport foi de uma maneira que nunca imaginei que pudesse acontecer, pela dedicação e empenho," começou seu desabafo.

O técnico listou os quase seis meses de clube, tempo no qual jura ter ido para casa apenas uma vez e que sempre esteve se empenhando na luta contra a queda e na busca por algo grande, para reclamar da "atitude intempestiva" dos dirigentes no vestiário. "A maneira que fizeram com um profissional do meu nível, ou qualquer outro, chegar falando que não cabe mais na comissão técnica, que está dispensado pois resolveram assim, é um pouco desleal, sem propósito."

Luxemburgo revela total respeito ao clube, sua escolha no Nordeste, e bateu no peito para garantir: "Tenho certeza absoluta que o Sport não ia cair comigo. Ia sofrer, mas não ia cair."

Acha pouco? O "profexô" tinha um ambicioso "projeto" para 2018. "Tenho certeza que se os dirigentes quisessem fazer o que tinha planejado para a próxima temporada, o Sport estaria disputando com os grandes clubes brasileiros uma vaga na Libertadores, a nível de poder ganhar. Mas isso me foi podado."

Será mesmo? Ou é apenas discurso de quem caiu 12 vezes seguidas antes do fim de um ciclo? Torcedor do Sport e apaixonados por futebol, você acredita nas palavras do treinador?

Luxemburgo não aceita demissão no Sport e detona amadorismo dos dirigentes

Foto: Daniel Vorley/Agif