FUTEBOL

No meio de tantas demissões de técnicos, Corinthians renova com Carille até 2019

Autor

Parece até provocação ao rival Palmeiras, mas na verdade se trata de uma lição para a maioria dos clubes do país que só pensam em demitir treinadores após dois ou três resultados negativos. Um dia depois de Cuca cair no arquirrival, a diretoria do Corinthians oficializou a renovação de contrato de Fábio Carille até dezembro de 2019.

O técnico campeão do Campeonato Paulista, e com a taça do Brasileirão bem encaminhada, já está garantido para os próximos dois anos e começa a traçar o planejamento para a edição da Libertadores de 2018, uma das metas do clube.

"Estou muito feliz por este momento, que está sendo maravilhoso. O r econhecimento do Roberto (de Andrade, presidente) e da diretoria do Corinthians. Muito feliz por essa renovação de contrato", disse o treinador, em vídeo publicado pelo clube, no qual aparece assinando a renovação ao lado do dirigente.

"Nós também por ter o Fábio conosco por mais dois anos. Que ele tenha um sucesso maior ainda do que ele vem obtendo com o time", ressaltou Roberto de Andrade.

Desde 2008, quando passou o vexame de ter de disputar a Série B, o Corinthians tem se mostrado um exemplo de respeito aos treinadores, sempre pregando pela continuidade, mesmo nos momentos mais complicados.

Desta maneira, somou 10 títulos no período, entre eles a Libertadores e o Mundial (2012), além dos Brasileiros de 2011 e 2015 - o atual está bem encaminhado. No período, foi treinado por Mano Menezes, Tite, Adilson Batista, Cristóvão Borges, Oswaldo de Oliveira e Fábio Carille apenas. Enquanto oponentes tocam até quatro vezes de técnico num ano, o Corinthians tem média de 17 meses para cada treinador.

E vale lembrar que Menezes e Tite saíram para assumir a seleção brasileira. Manutenção resulta em conquistas e assim vive e pensa o Corinthians.

No meio de tantas demissões de técnicos, Corinthians renova com Carille até 2019

Foto: Daniel Augusto Jr/Corinthians