FUTEBOL

"Primo pobre" da Catalunha mostra ao mundo que o Barcelona não é imbatível

Autor

Nenhum time estava havia mais tempo sem perder que o Barcelona de Messi, Suárez e Paulinho. Cinco meses ou 29 jogos depois, porém, quis o destino que o "primo pobre" da Catalunha, o arquirrival Espanyol, mandasse a invencibilidade pelos ares, provando não existir "imbatíveis" no mundo da bola.

Num dia em que nada deu certo para as estrelas do Barcelona, com direito até a pênalti desperdiçado pelo gênio Messi, coube a Melendo anotar o gol solitário do dérbi da Catalunha. E já no apagar das luzes, aos 43 do segundo tempo.

Após 48 anos de freguesia para o Barça na Copa do Rei, finalmente o Espanyol comemorou um triunfo no confronto. Festejou bastante o 1 a 0 no estádio Cornellà-El Prat, mas sabe que as coisas tendem a ser complicadas no jogo de volta, no Camp Nou.

Até porque dificilmente Messi passará novo jogo sem brilhar. Diante do Espanyol, La Pulga teve grande chance de mudar a história num pênalti aos 15 da etapa final, mas chutou para bela defesa de Diego López.

O Barcelona, que não perdia desde o 2 a 0 para o Real Madrid em agosto, voltou a sentir o gostinho do revés. Foram 29 jogos somando pontos. A marca não existe mais e temos uma certeza: os gigantes também "choram".

"Primo pobre" da Catalunha mostra ao mundo que o Barcelona não é imbatível