FUTEBOL

Talento desperdiçado! Ganso bate o pé para ficar no Sevilla e será "fantasma"

Autor

Paulo Henrique Ganso não aceitou ser negociado pelo Sevilla nessa janela de transferências da Europa. Bateu o pé para "provar sua capacidade" no clube espanhol. Irritou dirigentes e deu um tiro no pé, já que não está nos planos do treinador. Exigiu ficar e agora será um "fantasma", pois até trocado da lista de inscritos na Liga dos Campeões ele foi.

Meia habilidoso, mas sem espírito de luta em campo - não é de correr muito, sobretudo para ajudar na marcação, Ganso rapidamente virou persona non grata no Sevilla justamente pelo comportamento. Ele é denominado "sem alma" e ao invés de buscar novos ares, aceitou ficar "encostado".

Vai passar pelo menos mais seis meses jogando pouco, ou nada, já que as transferências agora se fecharam. Um desperdício enorme de talento. Com seu toque refinado e visão diferenciada de jogo, Ganso serviria para muitos clubes em diversos mercados.

Mas o ego... Ele optou por não sair (devia mirar o exemplo de Lucas Moura), acha que ainda pode brilhar no Europa e até portas anda fechando no Brasil, pois nem passa por sua cabeça voltar a solo canarinho.

Devia ser um pouco mais humilde, assumir que não anda nada bem no futebol e aceitar um contrato para "ressurgir". Preferiu ficar na "sombra e água fresca", recebendo só para treinar. Abre o olho, Ganso. Você é muito mais que um "come e dorme".

Talento desperdiçado! Ganso bate o pé para ficar no Sevilla e será "fantasma"

Fotos: Instagram/Ganso