O ser social
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O ser social
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O ser social
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

5 razões pelas quais os homens traem

É bom a gente saber logo de cara, né, meninas?

5 razões pelas quais os homens traem
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Porque ele não tem caráter

Ele pode até falar que é uma questão "biológica", que homens foram programados para espalhar seus genes e é uma questão de evolução, mesmo. Mas a real é que eles usam esse argumentinho pseudocientífico quando convém, não vejo ninguém cagando na rua ou caçando a própria comida, não é meixmo? A razão número pela qual ele trai é porque ele não tem caráter.

2. Porque ele é um imaturo

Ele pode até falar que ele trai porque quer fazer coisas na cama que a mulher dele não topa fazer, ou que a frequência do sexo está deixando a desejar e por isso ele anda pulando a cerca. No final das contas, a culpa é da mulher. Só que não, né, gente. A verdade é que ele é um sem caráter imaturo que não tem condições de conversar com a mulher com quem tem um relacionamento. A resposta para problemas de relacionamento é comunicação e nunca pular a cerca. A culpa da traição é do cara e nunca da mulher.

3. Porque ele é um cuzão

Ele pode até falar que trai porque a namorada é ciumenta demais, porque ela o prende demais e essa é a maneira que ele encontra para "extravasar". Mas aí voltamos para o item número dois, ok? Ele trai porque é um sem caráter, imaturo e cuzão. Nunca porque a mulher fez algo de errado. 

4. Porque ele é um babaca

Ele pode até falar que traiu porque ele já foi traído, porque agora não consegue mais confiar nas mulheres e essa é a maneira que conseguiu lidar. Mas a atual não tem nada que carregar ou curar os traumas do passado. Isso é tarefa dele. Ele trai porque é um sem caráter, imaturo, cuzão e babaca.  Se ele escolheu entrar em um relacionamento monogâmico novamente (ou voltar a confiar na atual, caso tenha sido ela que o traiu), a responsabilidade é totalmente dele.

5. Porque ele não vale nada

Ele pode falar que estava bêbado, que "a outra" deu em cima dele e ele não tem culpa de nada. Mas vamos lá: embriaguez não transforma ninguém em um outro ser humano. Se alguém fica bêbado e mata uma pessoa, é considerado homicídio doloso do mesmo jeito. E esse papo de culpar a outra mulher. Gente, não. Sai dessa. Claro que não é legal mulheres dando em cima ou ficando com caras comprometidos, mas a única pessoa que tem um compromisso, que tem um combinado com outra, a única pessoa que tem uma fidelidade a manter é o cara. Se uma mulher dá em cima de um cara comprometido, é só ele dizer não, ué. A outra mulher não tem nada a ver com isso. Ele não traiu porque estava bêbado, ele não traiu porque é um coitado que foi seduzido. Ele traiu (já sabe, né?) porque é um sem caráter, imaturo, cuzão, babaca e não vale nada.

Mais simples, impossível. 

Agora, isso não quer dizer que mulheres que perdoam uma traição estão erradas. A vida é mais complexa do que posts de blogs, mas isso definitivamente quer dizer que o comportamento de um homem depende inteiramente dele. Culpar a mulher traída é cometer com ela uma dupla maldade.

#relacionamentos #traição

Pessoas com mais amigos conseguem aguentar mais dor <3

Amigo é coisa para se guardar junto da caixa de remédios no banheiro, pelo visto

Eike piada horrível

Mas falando sério, agora. Um estudo super interessante da Universidade de Oxford, na Inglaterra, chegou à conclusão que pessoas com grandes grupos de amigos têm maior tolerância à dor. Aliás, eles chegaram a dizer que ter uma patota é "melhor do que morfina" para lidar com dor.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Começando a entender c e r t a s  p e s s o a s

O estudo focou na produção de endorfina, os hormônios da felicidade (e também analgésicos naturais!) tipicamente associados a exercícios. A presença de amigos estimula a produção de endorfinas no corpo das pessoas - o que por si só já funciona como um inibidor de dor (eita inibidor-de-dor é redundância?).

E a hipótese foi posta a teste: um grupo de adultos teve de permanecer em posição de agachamento até sentir aquela maravilhosa queimação nos músculos. Pessoas com mais amigos conseguiram aguentar no teste por mais tempo.

Bacana, né?

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
GiraMundo
Jornalista. Escreve sobre comportamento, feminismo, sexo, viagens e jeitos alternativos de ser feliz. Tenta ser engraçada às vezes, mas falha miseravelmente. Equipe Storia Brasil