O ser social
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O ser social
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O ser social
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Pessoas com mais amigos conseguem aguentar mais dor <3

Amigo é coisa para se guardar junto da caixa de remédios no banheiro, pelo visto

Eike piada horrível

Mas falando sério, agora. Um estudo super interessante da Universidade de Oxford, na Inglaterra, chegou à conclusão que pessoas com grandes grupos de amigos têm maior tolerância à dor. Aliás, eles chegaram a dizer que ter uma patota é "melhor do que morfina" para lidar com dor.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Começando a entender c e r t a s  p e s s o a s

O estudo focou na produção de endorfina, os hormônios da felicidade (e também analgésicos naturais!) tipicamente associados a exercícios. A presença de amigos estimula a produção de endorfinas no corpo das pessoas - o que por si só já funciona como um inibidor de dor (eita inibidor-de-dor é redundância?).

E a hipótese foi posta a teste: um grupo de adultos teve de permanecer em posição de agachamento até sentir aquela maravilhosa queimação nos músculos. Pessoas com mais amigos conseguiram aguentar no teste por mais tempo.

Bacana, né?

É dos carecas que elas gostam mais!

Estudo confirma o que eu já sabia: - cabelo = + paixão

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
É dos carecas que elas gostam mais!

Olha essa coisa linda

Uma pesquisa feita na Universidade da Pensilvânia lá nos States concluiu que homens com as cabeças raspadas são vistos como mais fortes, mais altos e com maior potencial de liderança do que homens cabeludos ou que estão começando a ficar carecas.

Leio apenas verdades

A pesquisa foi feita tanto usando carecas e cabeludos como pegando a foto de um cabeludo e digitalmente deixando ele careca - os caras ficavam em cerca de 13% mais poderosos na versão sans cabelo. 

Os pesquisadores acreditam que a preferência seja algo cultural, uma associação de imagens. Além disso, homens que voluntariamente escolhem raspar seus cabelos são vistos como mais ousados e dominantes - em vez de serem carecas com baixa auto-estima, tomam uma atitude "drástica" para melhorar sua auto-imagem.

Em vez de gastar milhares de reais tentando esconder ou retardar a calvície, talvez a solução seja ~vesti-la~ com orgulho.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
GiraMundo
Jornalista. Escreve sobre comportamento, feminismo, sexo, viagens e jeitos alternativos de ser feliz. Tenta ser engraçada às vezes, mas falha miseravelmente. Equipe Storia Brasil