TRABALHO

Feliz ano novo!!??

Helena Sordili
Author
Helena Sordili

Não é incomum as pessoas se saudarem com felicitações de ano novo em plena quarta-feira de cinzas.

Feliz ano novo!!??

Não é incomum também as pessoas dizerem que o ano começa depois do Carnaval. Aliás, virou prática e muitos praguejam ou torcem pela data no início ou no fim do mês de fevereiro.

Ontem, quarta-feira de cinzas, li um post sobre o quanto a pessoa já tinha trabalhado e que sentia muito por quem estava esperando o carnaval acabar para começar o ano.

E concordo com ele.

Quem trabalha com cronograma, planejamento, prestação de contas está sempre contra o tempo e não pode se dar ao luxo de esperar passar 2 meses antes de começar a trabalhar seriamente.

Independente do ano ter começado num domingo e o primeiro dia útil ter sido uma segundona. Se você é empresário/empreendedor, como eu, sabe que não há desculpa por dia útil e a gente fecha trabalho até em feriado santo.

Ser proativo, estar atento às demandas de mercado, antecipar os problemas (e soluções) do cliente (ou do chefe) pode ser cansativo no dia-a-dia, mas extremamente gratificante também.

Caso você trabalhe com multinacionais ou com clientes no exterior é comum ouvir a surpresa deles sobre o “país” parar por quase uma semana, para a folia e o samba. Uma vez um cliente quis que eu trabalhasse para entregar o site dele dia 1/01.

O que eu fiz? Trabalhei e entreguei (claro que com o apoio da equipe da época).

A gente aprende que não dá para arrumar uma desculpe, não dá para esperar. É preciso agir!

E se você é mãe ou pai, não pode também empurrar as coisas para depois das férias escolares. Imagina só parar por 3 meses todo ano? Um quarto do ano parado, sem atividade porque os filhos estão de férias?

Não dá, definitiva e principalmente, se não queremos ser reconhecidos por essa cultura e esse “corpo mole”.

Afinal, sempre tem a próxima desculpa te esperando para dar o bote: Páscoa, seu aniversário, do marido, do cachorro, da tia, da vizinha, viagem de férias, Dia das Mães, dos Pais e dos Namorados. Qual vai ser sua próxima desculpa?