Reflexões - vida de mãe
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Reflexões - vida de mãe
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Reflexões - vida de mãe
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Filme: Minha Mãe e Eu

Recém chegado na Netflix, o filme Minha mãe e eu apareceu nas minhas recomendações e lá fui eu.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Como sempre digo, quando a gente é martelo, só vê prego pelo frente! heheh E um filme sobre a relação de mães e filhas é perfeito.

Filme: Minha Mãe e Eu

O filme conta várias histórias de mães e filhas, relações de diversos tipos, e em vários estágios. Da gestação ao casamento, do relacionamento próximo ao distante.

Não vou contar as histórias do filme mas a reflexão mais presente para mim ao assistir foi que as relações são muito peculiares. Mães e filhas podem ser cúmplices, amigas ou até desconhecidas.

Ficou claro para mim algo que eu acredito: pais e mães fazem tudo o que fazem porque querem o melhor para os seus filhos. Embora nem sempre o melhor para os filhos naquele momento seja o ideal ao longo do tempo.

Quando a gente dá ao algo aos filhos - tanto um presente, quanto um castigo, tem uma atitude maior por trás. Uma intenção maior do que o ato em si. Mas não podemos esquecer que tudo o que fazemos por eles tem consequências a longo prazo.

Para mim, muitos ensinamentos que meus pais me transmitiram só fizeram sentido depois que me tornei mãe. Só depois que comecei a construir a minha relação de mãe e filha entendi algumas escolhas e atitudes.

Vale a pena o filme! Depois que assistir, corre dar um beijo na sua mãe! ;)

O que você faz com paixão?

Assisti ao filme La La Land - Cantando as Estações e contei que fiquei encantada por ele! Pois aí eu fiz um re-post de uma frase do filme no Instagram e várias pessoas concordaram comigo.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Fazer o que se gosta ou gostar do que se faz? 

Essa também já foi uma frase que permeou meus pensamentos por um tempo não tão distante.

O que você faz com paixão?

A verdade é que quando fazemos algo que amamos os resultados aparecem e encantam os outros. Seja um artesanato, o seu trabalho, seu blog, uma comida ou a criação dos filhos.

Pode até parecer aquele papo de nossa avó que dizia que a comida estava boa porque era feita com amor, mas tem verdade mais sincera do que essa? 

Muitas vezes o dia-a-dia nos atropela e vivemos no modo automático. A gente deixa de prestar atenção nas tarefas cotidianas e pode acabar não sentindo prazer em fazer o que se faz.

Admito que manter-se apaixonado pelo trabalho, por exemplo, requer um pouco mais de atenção, do que manter-se apaixonada pelo marido ou pelos filhos - nossas escolhas, nossos amores incondicionais. 

Ao longo dos dezesseis anos da minha agência tive momentos em que eu não queria enfrentar o dia de trabalho. Mas isso não significava que eu não estivesse apaixonada pelo que faço. Talvez só um pouco cansada do cliente/projeto ou do dia-a-dia.

Fazer a rotina não ficar chata é o grande segredo. Na minha área TODOS OS DIAS eu aprendo e isso é um estímulo e tanto para manter-se apaixonado.

A gente se apaixona pelo que nos encanta, nos surpreende, nos desafia. E assim como em La La Land, até quando as esperanças estão perdidas, há uma chance esperando por nós.

Permita-se MANTER-SE apaixonado!

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
HelenaSordili
Pra emagrecer, coma! Pra relaxar, grite! Pra ser perfeita, erre! Pra ser você, mude! Autora do blog Eu, ele e as crianças