Reflexões - vida de mãe
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Reflexões - vida de mãe
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Reflexões - vida de mãe
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Moana - mais uma princesa que amamos

Helena Sordili
há 9 meses2 visualizações

Estreou ontem a nova animação da Disney, Moana - Um mar de aventuras, trazendo novamente - após Frozen e o desenho Elena, uma princesa forte e determinada no papel.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A ida ao cinema já vale pelo curta inicial - que aliás a Disney tem caprichado cada vez mais nesses curtas exibidos antes dos grandes lançamentos. 

Moana - mais uma princesa que amamos

Trabalho Interno é sobre o dilema entre fazer o que se precisa e o que se quer. É sobre olhar o mundo e seguir a manada. É sobre poder ser diferente, com novas escolhas e ser um pouco mais feliz a cada instante!

Já Moana é sobre uma menina determinada a cuidar de sua tribo, com a força dos seus ancestrais. O filme não traz em nenhum momento a questão dela ser a herdeira mulher, não a subestima por isso. O foco na restrição das ações da menina estão no perigo que desafiaria qualquer um dos gêneros.

Moana - mais uma princesa que amamos

Com a companhia de Maui, um semideus "da pá virada", ela vive aventuras lindas (e perigosas) no mar. Vai além dos seus limites e ultrapassa todos os níveis da auto-confiança.

As cenas no mar são maravilhosas! O colorido da natureza, as músicas, é tudo envolvente. Eu fiquei imaginando o que serão as atrações de Moana nos parques Disney. Deu até para sentir ventos geladinhos e gotas d'água durante a exibição.

Sinopse

Moana - mais uma princesa que amamos

Moana – Um Mar de Aventuras, do Walt Disney Animation Studios, traz para as telonas a história sobre uma adolescente polinésia de 16 anos (voz de Auli’i Cravalho na versão original) que se aventura pelo Oceano Pacífico para desvendar o mistério que envolve seus ancestrais. Durante esta grande aventura, ela encontra o “espirituoso” e poderoso semideus Maui (voz de Dwayne Johnson na versão original) e, juntos, eles embarcam em uma viagem cheia de ação, enfrentando criaturas inusitadas, algumas até ferozes, e muita diversão. Do mesmo estúdio de Frozen, Uma Aventura Congelante e dirigido pela consagrada equipe de cineastas Ron Clements e John Musker (A Pequena Sereia e Aladdin), Moana inicia sua aventura nos cinemas e mares brasileiros em janeiro de 2017.

Vale muito a ida ao cinema!

O mundo precisa mesmo de heroínas na Síria

Helena Sordili
há 9 meses6 visualizações

Se tem uma coisa que aprendi com a arte é que ela é o reflexo da sociedade.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Às vezes demoramos a entender o real sentido de uma crônica, de um livro, de um filme ou de uma história em quadrinhos mas, quando vem a epifania/eureka/insight, ligamos os pontos e entendemos.

Acontece muito nas artes plásticas - eu que estudei numa faculdade que respirava arte e vivia imersa nesse mundo tomava vários sustos/choques, acontece no cinema chamado "alternativo" e até nas letras de funk pancadão!

Arte, em todos os seus estados, são reflexo da nossa sociedade.

E a Marvel (quem mais se não ela!!) lançou uma série de quadrinhos em conjunto com ABC News que retrata a luta pela sobrevivência de uma mãe síria, Madaya Mom.

O mundo precisa mesmo de heroínas na Síria

Fonte: ABC News

Os posts originais foram publicados pela ABC há um ano e em outubro ganharam a versão quadrinhos pela Marvel. E não é por falta de heróis que a Marvel se envolveu nessa, mas para mostrar a vida real por um ângulo didático e que atinja públicos diferentes das mídias tradicionais.

O relato de uma mãe em plena guerra, tentando proteger sua própria vida e dos familiares.

Ficou interessado? Você pode ler aqui:

A quantidade de famílias mortas, destruídas e de crianças sozinhas na Síria dói meu coração só de pensar. Essas famílias precisam mais do que a heroína Madaya, precisam de muitas heroínas e heróis, em todo o mundo. 

A arte imita a vida e, nesse caso, seria muito bom que a vida imitasse a arte, e que a Marvel desse conta do recado.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
HelenaSordili
Pra emagrecer, coma! Pra relaxar, grite! Pra ser perfeita, erre! Pra ser você, mude! Autora do blog Eu, ele e as crianças