Observar, aprender e mudar!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Observar, aprender e mudar!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
André
Kondohá 4 meses

Observar, aprender e mudar!

    • Reportar esta pasta de histórias
Observar, aprender e mudar!
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

A lista!

Saiu a tão aguardada "lista do Janot" e na verdade só confirma uma teoria que vários conhecem, não existe esquerda nem direita, não existe representante do povo, sempre estivemos a mercê da velha política exploradora no qual nosso país foi fundado. Desde o descobrimento fomos fadados a servir de almoxarifado de Portugal, tiravam tudo que podiam e quando a situação estava quase saindo do controle veio a grande jogada: Declarar o país independente de Portugal de João VI, agora sendo comandado por seu filho Pedro I.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Espero que agora as pessoas parem de brigar com seus amigos e familiares e também que parem com textões no Facebook defendendo a esquerda ou a direita, esse ou aquele político e entendam que só teremos uma melhora significativa quando aprendermos a fazer a justiça com nossas próprias mãos, nas urnas, votando com a consciência necessária que cada um de nós faz sim a diferença para o futuro do nosso país.  

Os filhos que estamos deixando para o nosso mundo!

Fui pai muito cedo, quando meu filho nasceu eu não tinha nem 17 anos completos ainda e já tive (tivemos, eu e a mãe dele) que assumir uma grande responsabilidade e com o apoio da família conseguimos fazer da criação dele a melhor possível, pelo menos da forma como eu acho correto. Nunca fui um pai bonzinho, nunca dei centenas de presentes (nem quando me separei da mãe dele, para "suprir esse trauma") e todas as vezes que ele me pediu algo e eu disse "não", sempre fiz questão de explicar o motivo da minha resposta. Acho que essa atitude me ajudou muito, hoje ele tem 16 anos e mora comigo e claro que me dá trabalho mas nem perto do que vejo muitos adolescentes por ai.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Vi e vejo sempre pais que fazem tudo pelos seus filhos, que compram tudo que podem e até o que não podem, que deixam as crianças fazer o que quiserem com a velha desculpa que "isso é coisa de criança, é assim mesmo", crianças que quando não tem o que querem batem, xingam, fazem cara feia para os pais e eles acham "engraçadinho"! Claro, cada um procura criar os seus filhos da melhor maneira, mas o que eu vejo é uma geração cada vez mais mimada que no momento que encontrarem a primeira dificuldade na vida não vão saber o que fazer. A minha geração está criando uma geração de futuros adultos frustrados, que não entendem que a vida não é um mar de rosas e que pra cada degrau que eles quiserem subir vão ter que batalhar muito. 

Quando vejo um pai ou mãe dizendo que seus filhos terão tudo que eles não tiveram fico com receio, não acho que estão pensando no melhor para seus filhos mas apenas procurando um jeito de se provarem para si mesmos que podem ser bons pais.

Você leu a pasta de história
escrita por
Writer avatar
Kondo
Ao meu lado, só boas pessoas!! Por favor, não insista!