Os filhos que estamos deixando para o nosso mundo!

André
Author
André

Fui pai muito cedo, quando meu filho nasceu eu não tinha nem 17 anos completos ainda e já tive (tivemos, eu e a mãe dele) que assumir uma grande responsabilidade e com o apoio da família conseguimos fazer da criação dele a melhor possível, pelo menos da forma como eu acho correto. Nunca fui um pai bonzinho, nunca dei centenas de presentes (nem quando me separei da mãe dele, para "suprir esse trauma") e todas as vezes que ele me pediu algo e eu disse "não", sempre fiz questão de explicar o motivo da minha resposta. Acho que essa atitude me ajudou muito, hoje ele tem 16 anos e mora comigo e claro que me dá trabalho mas nem perto do que vejo muitos adolescentes por ai.

Vi e vejo sempre pais que fazem tudo pelos seus filhos, que compram tudo que podem e até o que não podem, que deixam as crianças fazer o que quiserem com a velha desculpa que "isso é coisa de criança, é assim mesmo", crianças que quando não tem o que querem batem, xingam, fazem cara feia para os pais e eles acham "engraçadinho"! Claro, cada um procura criar os seus filhos da melhor maneira, mas o que eu vejo é uma geração cada vez mais mimada que no momento que encontrarem a primeira dificuldade na vida não vão saber o que fazer. A minha geração está criando uma geração de futuros adultos frustrados, que não entendem que a vida não é um mar de rosas e que pra cada degrau que eles quiserem subir vão ter que batalhar muito. 

Quando vejo um pai ou mãe dizendo que seus filhos terão tudo que eles não tiveram fico com receio, não acho que estão pensando no melhor para seus filhos mas apenas procurando um jeito de se provarem para si mesmos que podem ser bons pais.