ESPORTES

10 coisas que você precisa saber antes de ir a Wimbledon

Autor

Wimbledon é o torneio mais famoso do tênis. É o mais tradicional, mais cobiçado entre quase todos os grandes tenistas do circuito. É também o ingresso mais difícil de conseguir entre os torneios do Grand Slam, que são os quatro mais importantes do mundo (Australian Open, Roland Garros e US Open são os outros). Então, antes de começar a planejar sua viagem a Londres, é bom ter em mente o seguinte:

10 coisas que você precisa saber antes de ir a Wimbledon

1. O sorteio

A maioria dos ingressos é obtida via sorteio, como na Copa do Mundo ou nos Jogos Olímpicos. Logo, ir a Wimbledon não é uma simples questão de querer. É preciso ter sorte ou…

2. A fila

…encarar uma fila gigante que começa a se formar no dia anterior. Funciona assim: uma quantidade pequena de ingressos só é colocada à venda no dia dos jogos, e a procura é enorme, então a fila começa a se formar na tarde do dia anterior, em um campo de golfe em frente à entrada principal do All England Club, a sede do torneio. A fila é quase profissional, cheia de regras e funcionários do torneio tirando dúvidas e organizando a coisa toda. A galera leva barracas para acampar, e as pizzarias da região até fazem entregas por lá. 

3. Acorde cedo

Os jogos não começam antes das 11h, mas os funcionários começam a acordar o povo da fila às 6h! Eles são britânicos, então fazem isso com toda educação do mundo, mas ainda assim não vão deixar você dormindo. É nesse horário que todo mundo precisa começar a desmontar as barracas. Ah, e é preciso pegar outra fila para pagar 5 libras e guardar sua barraca. Ou você achava que entraria na Quadra Central carregando um sacão de lona?

4. É longe

Sim, Londres é longe do Brasil, mas Wimbledon não fica nada perto das áreas turísticas da capital inglesa. Perde-se uma boa horinha de metrô (ou “tube”, como dizem os locais) no caminho até lá. De trem e ônibus, a viagem é pior. E, de táxi, custa uma pequena fortuna. Então, a não ser que você prefira andar os mais de dez quilômetros de Piccadilly até lá, é bom estar preparado psicológica e financeiramente para isso.

5. Chove

Wimbledon é longe, mas ainda fica em Londres. Portanto, vai chover em algum momento durante as duas semanas do torneio. Se, ou melhor, quando isso acontecer, corra logo para uma área coberta porque elas não são muitas no All England Club. O plano B é comprar uma capa de chuva ou um guarda-chuva grandão. E prepare seu bolso para isso!

6. Falcão

10 coisas que você precisa saber antes de ir a Wimbledon

Pombos já foram um problema em Wimbledon. Por isso, o torneio conta com Rufus, o Falcão, que faz a patrulha aérea. Ele é solto sempre às 9h da manhã e voa por uma hora sobre o All England Club para espantar os pombos.

7. Planejamento é essencial

Quem não consegue ingresso para as quadras principais pode comprar uma entrada para o complexo e ver qualquer uma das partidas nas quadras menores. Só que os assentos não são muitos, e a concorrência é enorme. É recomendável anotar a programação do dia (ou baixar o app de Wimbledon) e estabelecer prioridades de acordo com o tenista de sua preferência. Chegue cedo na quadra e espere. É melhor do que perder um jogo.

8. O morro mais badalado

10 coisas que você precisa saber antes de ir a Wimbledon

Se você conseguiu ingresso, mas não achou lugar em nenhuma das quadras pequenas, a alternativa e encontrar um pedaço confortável, sentar num barranco gramado chamado Henman Hill (é uma homenagem a um grande tenista inglês) e assistir ao telão. A imagem é ótima, o som também. E não precisa aturar comentarista mala. É só o som ambiente da quadra. Mas torça para não ter um vizinho mala no morro, torcendo contra o seu tenista. Ah, sim: tire uma foto, faz parte da tradição.

9. Morangos custam uma fortuna

Morango com creme é o “prato” quase oficial de Wimbledon. É aquilo que a galera pede pra postar no Instagram. Faz parte do programa. Mas vale o alerta: os morangos são poucos, não custam menos de cinco libras e nem são tão gostosos assim.

10. Aproveite

Não importa o que acontecer nos jogos, lembre-se que você está em Wimbledon. É para poucos. Aprecie o local, visite as lojas, veja tênis e lembre-se: você agora e um pedacinho pequena da história do tênis.