OUTROS

5 curiosidades de viagem da família real

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad
5 curiosidades de viagem da família real

A gente sabe como você e eu viajamos. Ainda mais se a viagem é longa. Faz mala, prepara uma playlist diferente, compra um livro novo, confirma as reservas, faz check-in antecipado, etc. e tal. Agora imagina isso e eleva à enésima potência. É assim que rola para a família real britânica, que sempre tem milhares de obrigações diplomáticas quando visita outro país. Quer ter uma ideia de como a coisa funciona? Então confere:

1. 100% Férias? Nunca. 

Normalmente, quem quer que seja da família real precisa encontrar um chefe de estado. Então é assim: seja a rainha Elizabeth II, sejam William e Kate, sobra pouco ou nenhum tempo pra fazer turismo. E, quando rola uma visita a algum lugar famosos, ele quase nunca podem passar mais de meia hora lá.  

2. O palácio inteiro vai junto

No caso específico de William e Kate, não tem esse negócio de viagem romântica a dois. Nunca. A “entourage” real normalmente inclui a cabeleireira pessoal de Kate, a babá real, o chefe de comunicação de William, o assessor de imprensa, o secretário particular e o oficial sênior de comunicações. Dá pra perceber que comunicação é prioridade, né? 

3. Segurança é outra prioridade

A trupe de ajudantes reais também inclui seguranças pessoais e um médico da Marinha Real. 

5 curiosidades de viagem da família real

4. Manguaça real também viaja

O príncipe Charles e sua esposa levam sua própria bebida. Faz parte da segurança. Assim ninguém corre risco de beber um drink alterado por aí. A segurança carrega sempre vinho tinto para ela e gim e tônica para ele. 

5 curiosidades de viagem da família real

5. Imigração como os plebeus

Tudo bem, realeza não pega aquela fila gigante junto com a galera que tenta esconder a muamba, mas passar pela alfândega é obrigatório. Todo mundo precisa mostrar passaporte e tudo mais.