OUTROS

7 regras modernas de etiqueta que você e eu deveríamos respeitar

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad
7 regras modernas de etiqueta que você e eu deveríamos respeitar

Segura o garfo com a mão direita, troca os talheres na hora de usar a faca, não coloca o cotovelo na mesa, o guardanapo vai no colo, mastiga de boca fechada, não usa palito etc. e tal. Tem um monte de regra de etiqueta que existe há várias décadas e que muita gente não está nem aí porque, na real, a maioria caiu no tal do desuso (a não ser que você esteja em um jantar com chefes de estado, coisa e tal).

Os tempos mudam, os hábitos também. E aí tem certas coisas que a gente precisa aprender a fazer ou não fazer. A maioria é questão de bom senso, ainda que a maioria das pessoas não tenha tanto bom senso assim. Mas certas coisas hoje em dia deveriam ser práticas comuns. Essas regrinhas você e eu precisamos aprender a respeitar, quer ver?

1. Celular na mesa 

Se você senta à mesa e coloca o celular em cima dela, a mensagem que passa para a outra pessoa é “qualquer ligação ou mensagem é mais importante”. Não pode ser assim. Então, a não ser que você esteja esperando uma ligação extremamente importante - e avise seu amigo - deixe o celular no bolso.

2. Sal na comida 

Você vai na casa de uns amigos que preparam algo pra turma toda. E pode ser almoço, jantar ou um lanche qualquer, tá? Aí você enche o negócio de sal antes mesmo de provar? Não rola. Muito menos se o cozinheiro é seu amigo, né? Então presuma que a comida está boa até provar. Se o sal for realmente necessário, aí você põe. Mas só depois de comer. E isso vale pra acúcar, chocolate, molho barbecue, etc. e tal, ok?

3. Chapéu 

Essa aqui é old school mas ainda vale, né? Se você vai entrar em algum prédio, tire o chapéu. Ou o boné. Ou qualquer coisa que estiver cobrindo sua cabeça. Chapés e bonés podem disfarçar aquele bad hair day, mas no fim das contas ainda são símbolos de que você precisa de proteção contra alguma coisa (sol, vento, chuva, etc.). Não é o caso quando você entra na casa de um amigo. Então, a não ser que você seja o Brad Pitt da imagem abaixo ou um professor de Hogwarts, tire o diabo do chapéu.

4. Convites 

Se alguém te convida para algo, é porque se importa com sua presença, certo? Então o mínimo que você pode fazer é responder assim que possível, mesmo que seja para dizer um “foi mal, não vai dar”. Responder de última hora dá aquela sensação de “beleza, não rolou nada melhor, então tô indo”. E não responder… Ninguém merece, né?

5. Cumprimentos de pé

Basta levantar e cumprimentar a outra pessoa. Simples, né? Então larga de preguiça e, mesmo quando estiver sentado, levante e aperte a mão ou dê dois beijinhos na pessoa. Não custa nada. Combinado? 

6. Apresentações 

Todo mundo já passou por isso alguma vez. Você tá na rodinha de amigos, o papo tá bacana, e aí chega uma pessoa que você conhece e fala alguma coisa. Se todo mundo ficou com aquela cara de “quem é essa pessoa?”, é porque você já vacilou. Se você é a única ligação daquela pessoa com o grupinho, é obrigação sua apresentá-la para o resto.

7. Celular na frente dos outros 

Ninguém gosta de ouvir metade de uma conversa telefônica. Se você está com alguém e REALMENTE PRECISA (vide item 1 desta lista) atender uma ligação, o melhor a fazer é pedir licença e conversar em outro lugar. Ache uma sala vazia, um banheiro, uma calçada, o que for, mas nada de dividir as atenções. É desrespeito com a pessoa na sua frente e com quem estiver do outro lado da linha.