OUTROS

Bateu a preguiça? A ciência te dá 15 motivos para fazer exercício!

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Você já passou por isso, seu irmão passou por isso, eu passei por isso. Seja por uma noite mal dormida, uma lista de coisas pra fazer do tamanho discurso-de-deputado-votando-impeachment, ou pura preguiça, tem dia que você sai da cama sabendo que precisa malhar, mas tudo que você consegue pensar é “não vai rolar”.

Então fica aqui uma listinha pra você ler da próxima vez que isso acontecer. São 15 (!!!) benefícios cientificamente comprovados de exercícios. Vai dar uma forcinha, eu te prometo. 

Bateu a preguiça? A ciência te dá 15 motivos para fazer exercício!

1. Menos ansiedade e depressão

A Associação de Ansiedade e Depressão dos EUA (sim, existe uma associação com esse nome) comprovou por meio de estudos que sim, quem faz exercícios com frequência relata menos sintomas de ansiedade e depressão.

2. Coração saudável 

Essa você já deve saber, mas é bom lembrar. Quem se exercita tem um sistema cardiovascular mais eficiente e menos chance de sofrer problemas cardíacos. Até ioga, que é considerado pelos médicos um exercício de baixo impacto, ajuda.

3. Agilidade

Mais importante do que se pensa. Agilidade não é só pra quem joga futebol ou precisa de velocidade e rapidez pra alguma coisa. Ajuda no equilíbrio, o que faz você evitar quedas e outros tipos de lesão. Não é só para adolescentes!

4. Longevidade 

Os números variam, mas todos estudos garantem a mesma coisa: quem faz exercício, vive mais. O Centro de Controle de Doenças dos EUA afirma que sete horas de exercício por semana significam uma chance 40% menor de morrer antes da velhice.

5. Auto-estima

Confiança é tudo, e exercícios te dão isso. Pode acreditar.

6. Felicidade 

Exercício libera endorfina, que também é conhecia como “hormônio do bem-estar”. É aquilo que faz você se sentir bem. E, segundo a ciência, tem relação com a sua felicidade a longo prazo.

7. Combate ao câncer

Segundo a American Cancer Society, se exercitar reduz o risco de contrair alguns tipos de câncer. Não todos, né? Não vai sair por aí correndo na praia e achando que vai ficar tudo bem, mas os estudos mostram que 1/3 dos casos de câncer (nos EUA porque não tem esse tipo de pesquisa por aqui) estão ligados à alimentação e à falta de exercícios.

8. Memória

Exercícios aeróbicos têm relação com a memória. Então lembre de mostrar isso pros pais, avós e até para aquele irmão mais velho que está fazendo drama existencial porque está entrando na casa dos 30 ou dos 40.

9. Perda de peso 

Essa é óbvia, mas é bom não esquecer. Até intervalos pequenos de exercícios cardiovasculares intensos ajudam a pessoa a perder peso e queimar gordura.

10. Vitamina D

Quem se exercita tem níveis mais altos de vitamina D, aquela que mantém os ossos firmes.

11. Ossos fortes

Vitamina D só não resolve, né? Quem levanta peso desenvolve ossos mais fortes e corre menos risco de sofrer com osteoporose no futuro.

12. Asma 

Exercício reduz as inflamações das vias aéreas, que são aqueles caminhos por onde passa o oxigênio no seu corpo. Isso significa que quem sofre de asma tem um benefício gigante ao dar aquela corridinha matinal, por exemplo.

13. Colesterol

Colesterol é outro vilão moderno. A gente nunca sabe direito o que ajuda e o que atrapalha, mas o que importa aqui é o seguinte: exercício aumenta o nível do colesterol bom e reduz o nível do colesterol ruim. Precisa saber mais? Não, né?

14. Diabete

Atividade física ajuda a reduzir a chance de você desenvolver diabete tipo 2.

15. Disposição sexual 

Pelo menos nas mulheres, exercícios aumentam a disposição sexual.