VIAGEM

Chinês decide fazer viagem épica de bicicleta, mas pedala na direção errada

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Um belo dia, um jovem chinês tomou uma decisão: iria viajar um mês de bicicleta rumo ao norte do país para comemorar o Ano Novo Lunar junto com sua família. Seu roteiro era de Rizhao até Qiqihar, e ele pedalaria por 1.700 quilômetros porque não tinha dinheiro para comprar uma passagem.

Chinês decide fazer viagem épica de bicicleta, mas pedala na direção errada

E o rapaz, então, pedalou rumo a seu destino. Pedalou, pedalou e pedalou. Até o dia que chegou em Wuhu e foi parado pela polícia porque estava pedalando numa via expressa, o que é proibido na China. Aí precisou se explicar, né? Contou a história, a polícia estranhou. Papo vai, papo vem, finalmente se entenderam e perceberam o equívoco épico: o cidadão pedalou 500 quilômetros na direção sul, em vez de ir para o norte. 

Aqui, a história fica triste mesmo (antes de ficar feliz). Além de não ter dinheiro para pagar uma passagem até Qiqihar, o rapaz não sabia ler placas de trânsito nem mapas. E como ele foi parar em Wuhu? Seguindo instruções erradas de pessoas que ele abordou desde que saiu de casa.

A notícia boa é que os policiais e os funcionários de um pedágio se sensibilizaram com o rapaz e deram dinheiro para ele pegar um trem até o destino. No fim das contas, saiu no lucro, né? Pedalou “só” 500 quilômetros e ganhou uma passagem de graça.