COMPORTAMENTO

Comer sozinho aumenta risco de obesidade entre homens

Kristina Haddad
Autor
Kristina Haddad

Um estudo sul-coreano envolvendo 7.725 adultos dá um aviso cruel: homens que fazem refeições sozinhos têm 45% a mais de chance de desenvolver obesidade. Então se você é desses que saem para o almoço sem os colegas de trabalho, preste bastante atenção nas linhas abaixo.

Comer sozinho aumenta risco de obesidade entre homens

(Imagem via Pixabay)

Pesquisadores do Hospital Universitário Dongguk, em Seul, também encontraram uma relação entre comer sozinho e altos níveis de colesterol e pressão alta. O estudo foi publicado no Obesity Research & Clinical Practice e mostrou que homens que fazem refeições desacompanhados têm 64% a mais de chance de desenvolver síndrome metabólica, que é uma combinação de diabetes, pressão alta e obesidade.

Se você nunca ouviu falar, síndrome metabólica é uma condição perigosíssima que aumenta o risco de doenças coronárias e de acidente vascular cerebral.

Segundo os pesquisadores, os indivíduos entrevistados com essas condições, em sua maioria, eram solteiros, moravam sozinhos e não faziam refeições com horário determinado. Os resultados apontaram perigo especial para aqueles que fazem mais de duas refeições por dia.

Vale apontar que as taxas constatadas no estudo foram muito menores no caso do sexo feminino. Mulheres que fazem refeições sozinhas têm apenas 29% mais chance (em comparação com pessoas que comem acompanhadas) de desenvolver síndrome metabólica.