BEM-ESTAR

Esses 2 exercícios vão te manter em forma pro resto da vida

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

A gente passa a vida buscando uma maneira de ficar em forma sem que isso seja um sacrifício enorme no dia a dia. Não é fácil. A gente tenta as dietas da moda, as dicas dos nutricionistas e todo tipo de atividade física, mas nem sempre as coisas saem do jeito que a gente imagina.

Esses 2 exercícios vão te manter em forma pro resto da vida

A boa notícia é que qualquer exercício ajuda. Uma notícia ainda melhor é que existem dois tipos de exercício que são essenciais para você manter a forma mesmo que não sobre tempo para nenhuma outra atividade. E a melhor notícia de todas é que ambos são super simples: pular corda e burpee. E aí você pode estar perguntando “por que justamente esses dois?”

Porque é preciso desenvolver força no corpo para combater a perda natural de massa muscular que acontece com a idade, e tanto pular corda quanto os burpees desenvolvem resistência e força. Isso vale até para quem já malha bastante. Naquele dia que faltar tempo, fique apenas com as séries de burpees e cordas, que você pode até fazer em casa.

Burpees

Se você não sabe o que são burpees, comece vendo o vídeo acima. Se você está fora de forma, vai ver logo que eles são difíceis de fazer. Maaaaas vale a pena começar devagar até entrar em forma. Só não vá exagerar na dose logo no começo porque pode terminar em lesão. E como começar devagar? Tenta fazer como se estivesse em câmera lenta mesmo. Comece de pé, depois se agache até conseguir colocar as mãos no chão. Depois, dê um pulinho e fique naquela posição de flexão de braços e logo levante para a posição agachada outra vez. 

Pular corda

Parece básico demais, mas você pode fazer todo tipo de variação com as cordas. Desde aqueles pulinhos super rápidos que o Ricky fazia no cinema…

… até pulos com cordas com peso extra. Isso vai aumentar muito o nível de dificuldade e exigir muito mais dos seus braços também. 

Mas lembre-se: não importa o exercício que você escolher, comece devagar, sem exigir mais que o seu corpo pode responder. Aos poucos, você vai se sentir mais preparado para aumentar o nível de exigência, e essa é uma das sensações mais gostosas para quem faz exercício.