HOLLYWOOD

Indiana Jones à prova: é possível sobreviver na geladeira a uma bomba nuclear?

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

É uma das cenas mais conhecidas e discutidas do quarto filme de Indiana Jones, lançado em 2008 e chamado Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal. Para se proteger de uma explosão nuclear, o protagonista esvazia uma geladeira, se enfia no aparelho e fecha a porta. 

Sim, no filme, Indiana Jones sobrevive à explosão. Mas será que uma pessoa conseguiria fazer o mesmo na vida real? Agora, oito anos depois, um estudo publicado no Journal of Physics Special Topics decidiu colocar à prova a experiência do herói das telonas. E o resultado não foi lá muito animador.

Indiana Jones à prova: é possível sobreviver na geladeira a uma bomba nuclear?

Sidak Singh Kohli e cientistas da Universidade de Leicester viram o filme e começaram a debater a questão. Pouco tempo depois, levaram o assunto às pranchetas. Então, calcularam que a espessura da capa de chumbo necessária para que uma geladeira salvasse a vida de Indiana Jones caso ele se encontrasse a um quilômetro do ponto zero - o local da explosão - teria de ter entre 4,6 e 6,83 centímetros. 

Logo, em uma geladeira comum - como a do filme - com apenas alguns milímetros de chumbo, o mais provável é que Indiana Jones morresse de contaminação radioativa. Então, se você é daquele tipo de gente que acha que é preciso se preparar para o caso de uma guerra nuclear, pode ir cavando um buraco e preparando aquele abrigo nuclear. Não conte com seu refrigerador.