OUTROS

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Autor
Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Você não vai acreditar nesses nomes de bebês que foram banidos para sempre em vários países. No Brasil, reza a lenda que havia um tal de Um Dois Três de Oliveira Quatro, a caçula Última Delícia do Casal Carvalho, um pobre Amável Pinto, um azarado Janeiro Fevereiro de Março Abril, uma deserdada Falidora Da Fortuna Dopai Ramiro e um bando de criancinhas mal amadas pelos papais cruéis que se chamaram Bucetildes Fernandes, Fodelícia Dos Santos, Maria Prostituta Cataerva, Jaspion Brasileiro Dantas Garcia, entre outros.

Você acha que o mau gosto isso é monopólio brasileiro? Na-na-ni-na-não!

E você vai ver abaixo que não. É que diversos Estados no mundo resolveram banir dos cartórios de registro de nascimento alguns nomes beeeeeeem.... digamos, “escrotos”. Ainda bem! Se papais e mamães não têm maturidade para registrar os filhos, alguma coisa há que ser feita no fim das contas.

Aqui estão alguns dos nomes proibidos em todo o mundo:

Brasil

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Antigamente, quase não existiam opções de nomes para bebês, os pais tinham poucas ideias e também dificuldades na hora de encontrar o nome certo para o filho. O nome que muitos escolhiam, era de pronuncia muito rara, eles não tinham nem noção do que o nome significava. Mais hoje, existem diversas sugestões de nomes para bebês, tanto do sexo masculino como feminino.

O nome que os pais devem escolher para seus filhos, são aqueles que oferecem significados positivos, que apresenta uma boa sonoridade e que seja fácil de pronunciar, sendo um nome mais comum.

Xismen, Alucard, Brain, Atomu, Frankstein, Attorney, Addams, Richie, Foster, Runner, Herculoides, Brawlers e demais nomes comparados a esses.

A lei 6.015, de 1973, determina que os oficiais de cartório estão proibidos de registrar crianças com nomes que podem expô-las ao ridículo ou a situações humilhantes.

Dinamarca

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

A Dinamarca tem uma lista de cerca de 7 mil nomes de bebê aprovados, e se sua escolha não está lá, é preciso pedir permissão ao Governo e ao Judiciário. Mais de mil nomes são revistos a cada ano, e quase 20% são rejeitados, principalmente por causa das grafias estranhas.

França

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Na França, os cartórios locais devem informar ao tribunal local se um nome do bebê vai contra os melhores interesses da criança. O tribunal pode, então, proibir o nome se isso representar deboche.

Alemanha

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

A Alemanha tem uma série de restrições, incluindo: nenhum nome de gênero neutro; sobrenomes, nomes de objetos ou nomes de produtos como primeiros nomes; e não podem os nomes que afetam negativamente o bem-estar da criança ou levar à humilhação.

México

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Uma lei aprovada em Sonora, México, proíbe explicitamente 61 nomes que são ou considerados depreciativos, carentes de significado ou debochados. As autoridades dizem que o objetivo é proteger as crianças de serem intimidadas por causa da maneira como se chamam.

Nova Zelândia

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Esse país é mito quando se trata de nomes próprios. Os nativos das ilhas são de etnia maori o que significa nomes apenas com consoantes e, provavelmente, com mais de 100 caracteres (!!!). Isso fez as autoridades a limitar o escopo um pouco para que as pessoas pudessem se integrar ao resto do mundo. Além disso, há outros nomes próprios de gosto duvidoso que também foram proibidos no país.

Portugal

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Lugar avant-guarde como é, Portugal baniu dos cartórios não só uma série de nomes esdrúxulos como também os estrangeiros e aqueles que colocam o gênero da criança em dúvida (como os nossos Juraci, Lindomar, etc). Os nomes devem ser tradicionalmente portugueses e sem apelidos. Para tornar as coisas mais fáceis, o país oferece uma lista de 82 páginas de nomes permitidos e sugeridos.

Arábia Saudita

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

O governo saudita proibiu mais de 50 nomes que parecem "muito estranhos", inapropriados, blasfemadores ou que vão contra as tradições sociais e religiosas do país.

Suécia

Maicogéquiçom? Uóston? Veja os nomes de bebês que foram banidos no mundo

Suécia proíbe primeiros nomes que poderiam causar ofensa a outros ou desconforto para a pessoa. Proíbe ainda outros nomes que seriam considerados impróprios para um primeiro nome. Os pais devem apresentar a escolha no prazo de três meses após o nascimento da criança à Agência Tributária sueca e enfrentar multas se não registrar um nome.