HOLLYWOOD

Mulheres de Hollywood vão protestar vestindo preto no Globo de Ouro

Autor

“O gigante acordou”, e desta vez a metáfora faz sentido. Hollywood finalmente percebeu que chegou um momento de dar um basta ao fim da cultura de assédio sexual. Choveram relatos nos últimos meses, e nomes como Kevin Spacey, Harvey Weinstein, Dustin Hoffman, Louis CK, Brett Ratner foram parar na lista de acusados. Agora, as mulheres vão levar o assunto aos tapetes vermelhos.

Mulheres de Hollywood vão protestar vestindo preto no Globo de Ouro

(Imagem via WIkimedia Comons)

Segundo o Hollywood Reporter, o movimento #MeToo (“Eu também”) será parte integral da temporada de premiações, a começar pelo Globo de Ouro, marcado para o dia 7 de janeiro de 2018. O site informa que atrizes - tanto as indicadas quanto as apresentadores - vestirão preto em uma espécie de protesto silencioso sobre a desigualdade de gênero e os inúmeros casos de abuso sexual.

O mesmo pode acontecer no dia 21 de janeiro, noite da premiação do Screen Actors Guild. O órgão, inclusive, já anunciou que a lista de apresentadores só inclui mulheres.

Ainda sobre tapetes vermelhos, o HR informou que uma reunião recente na CAA, uma das maiores agências representantes de talentos de Hollywood, incluiu conversas sobre a criação de um protocolo para entrevistas em tapetes vermelhos. A intenção era estabelecer alguns assuntos pré-determinados. Já deu de falar só de vestidos e estilistas, né?