OUTROS

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Nosso mundo é tão cheio de maravilhas naturais e humanas que a gente nem faz ideia. São lugares santos, históricos, de natureza intocada ou até mesmo que guardam o ocultismo de passagens bíblicas. Sim, amigos... existem lá fora verdadeiros cenários dos filmes de Indiana Jones, com perigos naturais, artefatos mágicos, tesouros escondidos, conhecimentos ocultos e paisagens que parecem de outro mundo! No entanto, tudo isso é totalmente proibido aos teus olhos.

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Seja por restrições governamentais ou por empecilhos naturais, esses locais estão espalhados por aí, como um convite aos aventureiros de plantão.

Veja os 10 mais incríveis:

#1 Igreja de Santa Maria de Sião (Etiópia)

Se você tem um cadinho de anos nas costas (e nos cabelos) vai lembrar dessa cena de “Os Caçadores da Arca Perdida”, o primeiro filme da franquia de Indiana Jones. O artefato que os nazistas encontram para a dominação mundial era supostamente mágico, trazendo para o mundo físico da Terra poderes de outra dimensão.

A suposta Arca da Aliança estaria na Igreja de Santa Maria de Sião, na Etiópia, onde somente um único guardião tem permissão para vê-la. Na história que se conta por eles, o objeto foi transportado até o país africano pelo filho do Rei Salomão com a Rainha de Sabá, o Rei Menelik I. O objeto teria guardado os tesouros mais sagrados dos hebreus. O mais importante deles seria as tabuletas dos Dez Mandamentos e outros trabalhos mediúnicos de Moisés, na sua comunicação com o Altíssimo, apontando o povo de Israel como Os Escolhidos.

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Quase ninguém acredita que o objeto guardado pelo Igreja Ortodoxa da Etiópia seja a verdadeira Arca da Aliança, mas o local é cercado por muito misticismo e totalmente proibido.

#2 Ilha de Queimada Grande (Brasil)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

O lugar mais perigoso do Planeta está no Brasil e é conhecido mundialmente pelo apelido: Ilha das Cobras. Essa rocha que se eleva do Oceano Atlântico, a 35 quilômetros do litoral paulista, abriga o maior ninho de serpentes que já se viu. Todo o lugar é tão infestado que o desembarque é proibido! A natureza, no entanto, é deslumbrante.

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

As cobras encontradas são da espécie jararaca ilhoa, uma das mais mortais do mundo porque o veneno mata a vítima em menos de duas horas e é tão ácido que chega a dissolver um pouco o tecido musculoso. Há mais de 4 mil delas nessa ilhota de pouco mais de 400 mil metros quadrados. Somente a cada ano, um punhado de cientistas tem permissão para ir lá para estudar essas danadas.

#3 Ilha Sentinela do Norte (Índia)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Fica na Baía de Bengala, na Índia. É a morada do povo mais hostil do mundo, os Sentinelas (ou Sentineleses), uma etnia de mais de 60 mil anos, isolada de tudo e todos. Eles matam qualquer um que se aproxima. Mesmo! São do tipo que jogam pedras e flechas em helicópteros, barcos e pesquisadores por lá se ariscam a atracar. Por isso, ninguém sabe ao certo que língua essa gente fala, o que comem, como vivem, etc. Tudo o que se tem notícia é de que são pessoas de cor muito escura, negróides, que medem entre 140 centímetros e 150 centímetros.

Antes do Sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 a Ilha Sentinela do Norte tinha cerca de 72 km² e um formato mais ou menos quadrado. Recifes de corais se estendiam ao redor da ilha a uma distância entre 800 e 1.300 metros da costa. A Ilha Constança, localizava-se a cerca de 600 metros ao lado da costa sudeste, na borda do recife.

Além de aumentar a área da ilha, o terremoto de 2004 inclinou a placa tectônica sob ela, levantando-o entre 1 e 2 metros. Grandes extensões de recifes de coral ao redor foram expostos e tornaram-se terra ou rasas lagoas permanentemente secos, estendendo os limites da ilha todo em até 1 km, a oeste e sul. A ilha Constança uniu-se com a Ilha Sentinela e hoje perfazem uma ilha só.

#4 Svalbard Global Seed Vault (Noruega)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

É feito um banco do genoma botânico terrestre. Uma vasta instalação para armazenar sementes em cavernas subterrâneas da ilha norueguesa de Spitsbergen, a uns 1.250 quilômetros do Polo Norte. Construída a 120 metros adentro de uma montanha de gelo, abriga hoje 840 mil amostras de 4 mil espécies diferentes de sementes de todo o mundo. Governos e os principais laboratórios do mundo guardam seus repositórios botânicos lá. A ideia é ter um local seguro para abrigar a diversidade vegetal terrena, diante de cataclismas e outras tragédias. Todo o local é altamente protegido e apenas um punhado de funcionários têm acesso a esse cofre.

#5 Biblioteca do Vaticano (Vaticano)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Enterrados muito profundamente debaixo da Cidade do Vaticano estão os Arquivos Secretos da Igreja Católica Apostólica Romana, sobre a milenar Santa Sé, a história política da Europa e as bases do cristianismo nos primeiros anos. Tudo isso é propriedade oficial do papa em regência. São de 35 mil itens, limitados a um pequeno corpo de funcionários. Poucos cientistas e estudiosos conseguem permissão para entrar. Na ficção, um deles foi Robert Langdon em "Anjos e Demônios".

#6 Tumba do Imperador Qin Shi Huang (China)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

A tumba do primeiro imperador da China, Qin Shi Huang , que morreu em 210 a.C., é enterrado debaixo de uma colina no centro do país. O complexo funerário consiste de uma complicada rede de cavernas subterrâneas que foram preenchidass com todas as coisas que o imperador precisava na vida após a morte, incluindo reproduções de barro de seus exércitos, família, servos, cavalos e equipe estatal e os famosos soldados de terracota. Desde a sua descoberta inicial, em 1974 , mais de 2 mil estátuas foram escavadas, cada uma delas completamente diferente uma da outra. Acredita-se que pode haver mais que 8 mil em torno do túmulo central, ainda a serem descobertas. No entanto, o governo chinês não permite que a escavação da tumba do imperador continue, respeitando os antigos ritos de sepultamento do grande monarca. O turista pode até ver um soldado de terracota no local, mas não pode entrar na tumba do imperador onde os exércitos guardam seu corpo.

#7 Santuário de Ise (Japão)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

O Santuário Ise é um santuário xintoísta dedicado à deusa do sol, Amaterasu e está situado na cidade de Ise, na província de Mie, no Japão.

Também é conhecido por Ise Jingu, ou apenas por Jingu ("o Santuário") e é um dos mais importantes santuários xintoístas do Japão. Lá estão relíquias dos primórdios do Japão e da dinastia Meiji.

Amaterasu é considerada a antepassada da Família real nipônica e é a divindade tutelar do povo japonês, o que faz do Ise Shingu um dos templos mais emblemáticos do Japão. Antigamente, a sumo-sacerdotisa de Ise Shingu era sempre uma mulher solteira da Família Real, conhecida por Saiô. Hoje, já pode ser um homem, mas tem que ser necessariamente membro da família real. O cargo é hoje exercido por Kitashirakawa Michihisa, bisneto do Imperador Meiji.

O sol, como uma divindade feminina, é símbolo da bandeira japonesa e dá o apelido de “terra do sol nascente” ao Japão.

#8 Club 33 (Estados Unidos)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Quase tão restrito quanto a Área 51, o Club 33 é quase uma seita secreta que recebe a mais seleta nata do mundo. Esse talvez seja o único local que Walt Disney construiu dentro do seu mundo maravilhoso da Disneylândia, na Califórnia, para selecionar a entrada do público. Para ser membro é preciso pagar uma taxa de US$ 27 mil para entrar e outra anual de US$ 12 mil. As organizações não divulgam os números desse Clubinho Disney privê, mas acredita-se que haja 500 membros e outros 800 numa lista de espera que já dura 14 anos. Só para se ter uma ideia, por cinco anos essa lista deixou de existir por não haver vagas. Todo esse dinheiro e trabalho para comer uma refeição francesa de seis pratos e beber o que há de melhor no mundo.

#9 Lascaux (França)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

É um complexo de cavernas na França que proíbe a entrada de visitantes por possuir o maior acervo de pinturas rupestres bem preservados do mundo. São 17 mil anos de história do Homem primitivo. Elas contêm 900 dos exemplos sobreviventes mais perfeitos da arte do Paleolítico Superior. Elas consistem principalmente em imagens de animais de grande porte, a maioria dos quais são conhecidos a partir de evidências fósseis que mostram quais bichos habitavam a região na época. Impossível negar a vocação da França para artes.

As cavernas, que foram proibidas ao público desde 1963, têm sido ameaçadas nos últimos anos por uma série de inexplicáveis​​, e apenas parcialmente controladas, invasões fúngicas. Qualquer presença humana nas cavernas é considerada como potencialmente destrutiva. Normalmente, elas são visitadas apenas uma vez por semana por um guarda de segurança e a inspeção dura apenas alguns minutos a cada vez.

#10 Poveglia (Itália)

Os 10 lugares mais incríveis do planeta e totalmente proibidos

Poveglia é uma pequena ilha situada entre Veneza e Lido, na Lagoa de Veneza, norte da Itália. Durante séculos, Poveglia tem sido um refúgio, uma fortaleza, um lugar de exílio e um depósito de doentes e mortos.

Em 1348, a peste bubônica chegou a Veneza, e Poveglia, como muitas outras pequenas ilhas, tornou-se uma colônia de quarentena. Temendo a propagação desenfreada da doença, Veneza exilou lá muitos de seus cidadãos que apresentavam sintomas do mal. No centro da ilha, os mortos e moribundos – que foram confundidos com corpos mortos – foram queimados em piras gigantes. Estes incêndios iriam iluminar o céu italiano mais uma vez em 1630, quando a peste negra novamente varreu a cidade.

No século XX, a ilha foi novamente usada como uma estação de quarentena, contudo, em 1922, os edifícios existentes foram convertidos em um hospital para doentes mentais. Isso durou até 1968, quando o hospital foi fechado e a ilha mais uma vez tornou-se desabitada.

Lendas de assombrações pelas vítimas da peste e da guerra cercam o local, assim como o suposto fantasma de um médico louco da instituição mental que massacrava e torturava pacientes.

Atualmente, o lugar está fechado para moradores e turistas. Nos últimos anos, equipes de construção italianas tentaram restaurar o antigo prédio do hospital, mas, inesperadamente, pararam as obras sem dar motivo.

Ui!

----------

Por Pilar Magnavita

#lugaresproibidos #viagem #aventura #geografia #pelomundo