CURIOSIDADES

Os 7 tesouros mais misteriosos da humanidade

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Mapas, lendas, naufrágios… Chegamos ao século XXI, mas a humanidade mantém vivas as histórias de enormes tesouros perdidos, encontrados e perdidos de novo por todos cantos desse mundão. Os contos são muito diferentes, mas têm algo em comum: o mistério. Em algum momento da história, alguma informação se perdeu junto com o moedas de ouro, obras de arte e riquezas de todo tipo.

1. Câmara de Âmbar

#россия #saintpetersburg #екатерининскийдворец #янтарнаякомната #amazing #beautiful #my_love #my_way #i_like_it

A post shared by Анастасия Борейко (@boreykoanastasiya) on

A Câmara de Âmbar é uma decoração de painéis no quarto do czar da Rússia no Palácio de Catarina, em Tsarskoye Selo, perto de São Petersubrgo. Ela desapareceu durante a Segunda Guerra Mundial. Em janeiro de 1945, depois de tomados por soldados do Terceiro Reich, os painéis de âmbar foram supostamente perdidos em um naufrágio de um navio que zarpou de Koenigsberg rumo a oeste.

2. Tesouros de Paul Kruger

Dizem que barras de ouro foram escondidas na África do Sul pelos bôeres durante a segunda guerra da etnia contra a Inglaterra. reza a lenda que o tesouro foi salvo pelo então presidente sul-africano, Paul Kruger, que fugiu para a fronteira com Moçambique. Kruger rumou depois para a França, mas ninguém sabe onde foi parar o ouro dos bôeres.

3. Tesouro do Flor do Mar

Os 7 tesouros mais misteriosos da humanidade

Em 1511, o navio português Flor do Mar naufragou perto da costa de Sumatra, “derramando” 60 toneladas de ouro no fundo do mar. Até hoje, é considerado o tesouro perdido mais valioso da história da flotilha portuguesa.

4. O tesouro perdido do Rei João

João I, rei da Inglaterra, passou a vida inteira saqueando abadias e roubando barões. Depois do fim de seu reinado, percorreu o país com carruagens carregadas de ouro, moedas e joias. Porém, no ano 1216, seus soldados resolveram atravessar a baía de Wash com as carruagens, mas a maré subiu e levou todo o tesouro. Até hoje, ninguém encontrou aquela riqueza toda.

5. A cidade lendária de Paititi

Paititi é uma cidade mítica inca nos Andes, na selva peruana. Dizem que fica em algum lugar ao norte da Bolívia e a sudoeste do Brasil. Diz a lenda que a cidade foi feita inteiramente de ouro, e os exploradores passaram séculos tentando encontrá-la. Depois da conquista espanhola, supõe-se que uma parte dos incas peruanos rumou para Paititi e viveu lá durante dois séculos. A cidade, porém, não consta de documento nenhum.

6. Joias da Flotilha de San Miguel

Em 1715, a Espanha enviou a Cuba uma flotilha de 11 navios carregados de ouro, prata, pérolas e joias. O problema é que todos navios naufragaram por causa de um furacão seis dias depois de zarparem. O valor estimado de todo carregamento é de US$ 2 bilhões - sim, BILHÕES. Dizem que essa riqueza todo está no fundo do mar, perto da costa da Flórida, mas ninguém nunca achou.

7. Os tesouros dos templários

Em 22 de setembro de 1307, os templários foram presos por ordem do Conselho Real da França. Todos os cavaleiros foram executados. No entanto, ninguém sabe onde estão os enormes tesouros da ordem. Há quem diga que eles foram parar na Rússia, mas ninguém encontrou até hoje.