BEM-ESTAR

Por que um estudo afirma que você precisa de pimenta pra viver mais

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Red hot chilli peppers fazem você viver mais. Eu acreditaria sem pestanejar se estivessem me falando da banda de Anthony Kiedis e Flea, mas não é o caso. O jornal da Public Library of Science afirma que pimentas chili vermelhas podem ter relação com a longevidade.

Por que um estudo afirma que você precisa de pimenta pra viver mais

O estudo aponta que consumo de pimentas chili vermelhas pode aumentar sua vida em até 13%. N caso do Brasil, isso dignificaria uns 10 anos a mais de vida. O resultado foi alcançado depois de mais de 16 mil adultos serem entrevistados sobre seus hábitos alimentares e seu estado de saúde entre 1988 e 1994. Todos foram acompanhados durante 18 anos.

Os resultados foram os seguintes: pessoas que comiam pimentas chili vermelhas com frequência tiveram uma taxa de mortalidade de menos de 22%; e pessoas que não consumiam o mesmo tipo de pimenta tiveram taxa de mortalidade de 33%. 

Não é a primeira vez que a capsaicina - componente ativo da pimenta chili e de outras pimentas - tam suas propriedades benéficas exploradas por cientistas. Em dezembro de 2016, cientistas da Universidade Ruhr em Bochum, na Alemanha, trataram células cancerígenas humanas com capsaicina para tentar entender sobre seu poder de combater o câncer.

Em 2009, um estudo na Índia apontou a relação inversa entre a produção de pimenta e casos de câncer e, em 2015, uma pesquisa realizada na China constatou uma relação inversa entre o consumi de pimenta chili e a mortalidade em geral.